Criança de 10 anos engana Face ID da Apple e desbloqueia iPhone X da mãe

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Recurso de Face ID do iPhone X tem sido colocado à prova

    Recurso de Face ID do iPhone X tem sido colocado à prova

A Apple tem prezado intensamente o quão seguro é o Face ID, recurso de segurança que reconhece a face do dono do aparelho para desbloquear o novíssimo iPhone X. Contudo, aparentemente uma criança de 10 anos foi capaz de "enganar" a tecnologia e desbloquear o smartphone da mãe.

O vídeo de mãe e filho interagindo foi postado no YouTube (confira abaixo). Nele, os dois contam que o aparelho está configurado com a face da mãe para desbloqueio (só é permitido um rosto por dispositivo por enquanto). Então, o garoto pega o celular e realiza o desbloqueio com seu rosto.

Veja também: 

No lançamento do dispositivo, a Apple afirmou que a chance de outra pessoa desbloquear o Face ID era de um em um milhão, número bem superior ao da biometria com o dedo, usada em todos os iPhones desde o 5S.

Ammar Malik. o garoto de dez anos, comemora bastante o feito. Já sua mãe, Sana Sherwani, limita-se a dar um sorriso sem graça enquanto olha para o menino com o aparelho caríssimo desbloqueado em mãos.

Desde o lançamento no exterior, no último dia 3 de novembro, o Face ID foi colocado à prova de diferentes maneiras. O reconhecimento 3D é capaz de identificar uma pessoa que cortou ou deixou a barba crescer, com óculos escuros, com chapéu, cachecol e etc. Contudo, o recurso pode ser enganado entre membros da própria família que tenham feições similares.

No início do mês, o site Mashable fez um teste com dois gêmeos idênticos, com as mesmas roupas, adereços e penteados, em um mesmo ambiente. Assim como no caso da mãe e do filho, o celular acabou sendo desbloqueado pelo seu irmão gêmeo que não havia cadastrado o rosto no aparelho.

No caso de mãe e filho, só foi possível barrar a criança depois que a mãe reconfigurou sua face no celular em melhores condições de luz. Malik também conseguiu desbloquear o celular do pai em uma tentativa, segundo o site Wired.

A Apple não comentou diretamente sobre o caso envolvendo a família. Contudo, um representante da companhia indicou um artigo na página da empresa envolvendo o Face ID que diz:

"A probabilidade estatística é diferente para gêmeos e irmãos que se pareçam com você e entre crianças com menos de 13 anos, porque as características distintas de suas faces podem não ter se desenvolvido totalmente. Se você está preocupado com isso, recomendamos o uso de uma senha para desbloquear".

Bom, aparentemente o iPhone X é à prova de estranhos, mas o perigo pode morar na sua própria casa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos