Estudo confirma: "Pokémon GO" aumentou mortes no trânsito

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação/Niantic

    Mistura dos monstrinhos carismáticos com realidade aumentada, "Pokémon GO" foi febre no segundo semestre de 2016

    Mistura dos monstrinhos carismáticos com realidade aumentada, "Pokémon GO" foi febre no segundo semestre de 2016

Um estudo realizado pela Universidade de Purdue, em Indiana (EUA), usou dados locais de tráfego para chegar a uma conclusão nada agradável: a chegada de "Pokémon GO" resultou no aumento de ocorrências de danos a veículos, machucados e até mortes de trânsito.

O resultado disso é um documento chamado "Morte por Pokémon GO", que está disponível online (em inglês) e tem como autores os professores da universidade Mara Faccio e John J. McConnell.

Para chegar à conclusão, foram analisados 12 mil acidentes no condado de Tippecanoe, considerando os meses pré e pós-lançamento do game. Com os dados em mãos, eles cruzaram as informações levando em conta onde havia Pokéstops nas redondezas e, assim, traçando um paralelo mais próximo entre as ocorrências e o game.

VEJA TAMBÉM

Poképroblema

Em cruzamentos dentro de um raio de 100 metros das Pokéstops, a quantidade de acidentes foi 26,5% superior aos dos demais locais analisados durante o período. De acordo com os autores do documento, isso significou 134 acidentes no período de 148 dias após o game ser lançado.

Esses acidentes causaram danos materiais da ordem de US$ 500 mil, 31 pessoas machucadas e duas mortes.

A razão para escolher as regiões próximas às Pokéstops e não aos ginásios diz respeito ao fato de que as Pokéstops podem ser usadas, por exemplo, por quem estar dirigindo - as atividades nos ginásios exigem tempo. Com isso, é de se supor que vários motoristas envolvidos em acidentes estariam com o aplicativo aberto e se distraíram ao tentar utilizar a Pokéstop.

Por um lado, esse parece ter sido um problema pontual, uma vez que a Niantic criou um sistema de aviso caso o jogador esteja se movendo rápido demais - e que complica bastante a vida de quem pretende jogar em um carro em movimento, estando você no volante ou não. Outro fator que tende a diminuir ocorrências do tipo é a queda acentuada no número de jogadores meses após o lançamento.

Ainda assim, "Pokémon GO" pode ser jogado por qualquer pessoa: o game possui versões para iOS e Android e é gratuito. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos