De olho na segurança

Procurando emprego? Páginas falsas já enganaram mais de 300 mil pessoas

Do UOL, em São Paulo

Se você está procurando um emprego novo ou então uma chance de recolocação profissional, sabe bem que a internet pode ajudar bastante nessa missão. Agora, cibercriminosos também estão aproveitando essa facilidade para enganar quem usa os meios digitais para encontrar um trabalho.

No último mês mais de 30 golpes divulgando falsas vagas de emprego foram identificados pelo DFNDR Lab, laboratório de segurança digital. Calcula-se que até o momento mais de 300 mil brasileiros estejam curtindo ou seguindo essas falsas páginas.

De acordo com a organização, os golpes consistem em levar o internauta a sites maliciosos, que muitas vezes induzem o usuário a compartilhar seus dados pessoais e a compartilhar a fraude com outros amigos.

Reprodução
Golpe pede que usuário digite senha do Facebook

"As armadilhas se apropriam de nomes de grandes empresas, como Assaí, Coca Cola, Carrefour, entre outras, para aparentar credibilidade e enganar usuários que buscam por processos seletivos", explica o DFNDR Lab.

Em geral, os golpes consistem em:

  • Divulgação de um falso anúncio com oportunidades de trabalho
  • Acreditando que são vagas verdadeiras, o usuário é induzido a preencher um formulário com seus dados pessoais (nome completo, data de nascimento e, em alguns tipos, o telefone celular).
  • Em seguida, o falso cadastro pede que o internauta compartilhe as informações do processo seletivo com os amigos do WhatsApp.
  • A próxima etapa, em geral, envolve: o cadastro do número de celular do usuário em serviços de SMS pago sem que ele tenha autorizado e ainda ofertas para o usuário baixar aplicativos falsos.

Reprodução
Como dicas de segurança, o laboratório recomenda que os usuários tenham sempre programas de segurança instalados em seus dispositivos eletrônicos. Além disso, é sugerido que os internautas desconfiem sempre da veracidade de qualquer conteúdo antes de compartilhá-lo.

Caso tenha dúvida, pesquise nos canais digitais oficiais das empresas que estão possivelmente oferecendo vagas de emprego e verifique se as informações foram divulgadas neles. 

[ATUALIZAÇÃO 30/11/2017] Após a publicação desta notícia, o Carrefour procurou o UOL e confirmou que a história sobre as vagas de emprego na empresa é falsa e recomenda que os usuários ignorem a mensagem, que pode conter vírus. A rede diz divulgar suas vagas apenas por meio dos portais Vagas.com, Catho, Curriculum.com, InfoJobs e em seu perfil oficial no LinkedIn.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos