Você deitaria de conchinha com um robô que promete te fazer dormir?

Colaboração para o UOL

  • Reprodução

    Robô promete fazer você dormir melhor

    Robô promete fazer você dormir melhor

Se contar carneirinhos não funciona mais para você pegar no sono, uma empresa holandesa quer fazê-lo dormir de uma forma bem esquisita: abraçado com um robô, quase como se estivesse fazendo uma conchinha.

Chamado de Somnox, o robô, que também dá nome à empresa, tem o formato de uma almofada, porém equipada com uma série de sensores internos. O papel do usuário é simplesmente abraçá-lo, como se fosse um urso de pelúcia, e "deixar-se levar" pelos estímulos não invasivos emitidos por ele.

Veja também: 

Esses tais estímulos proporcionados pelo robô podem ser ritmo de respiração e ouvir uma música relaxante. O primeiro, segundo a empresa, ajuda que o usuário se adeque ao ritmo calmo proposto pela almofada, o que auxilia a reduzir o stress e a causar a sensação de relaxamento.

Já o segundo tem como objetivo ajudar a acalmar - as músicas podem ser configuradas via aplicativo e sincronizadas com o Somnox. Lá, há opções como canções para relaxar, cantiga de ninar, batidas de coração e meditação.

Dormir de conchinha com um robô. Já pensou?
Dormir de conchinha com um robô. Já pensou?
Imagem: Reprodução
A proposta do aparelho não é de apenas fazer o usuário dormir, mas também acordá-lo bem. Após configurar um horário para despertar, o travesseiro-robô começa a emitir sons calmos e a se mexer. Lógico, Isso tudo levando em conta que o dorminhoco vai passar a noite toda abraçado com o produto.

A concepção do produto pode parecer esquisita, mas ele foi concebido como um projeto de estudantes da Universidade Técnica de Delft, na Holanda. E a definição de funcionalidades, segundo eles, tem sido estudada desde 2015 e foi testada em mais de 5.000 pessoas.

O Somnox está em processo de financiamento coletivo na plataforma Kickstarter e já ultrapassou a meta estabelecida. Para comprar um, os interessados devem pagar quase US$ 480 (cerca de R$ 1.500). O objetivo dos desenvolvedores do produto é lança-lo comercialmente em julho de 2018.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos