Emoji de David Bowie vira Prince no WhatsApp; veja mais casos parecidos

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Emojis de cantor são diferentes na Apple e no WhatsApp, remetendo a David Bowie e Prince respectivamente

    Emojis de cantor são diferentes na Apple e no WhatsApp, remetendo a David Bowie e Prince respectivamente

Existe uma coisa curiosa que unem os cantores David Bowie e Prince além do fato de serem artistas marcantes do pop mundial que morreram em 2016: um emoji. ou melhor, dois. Na verdade, dois em um.

Veja a imagem acima. Apesar do da esquerda remeter a Bowie por causa da sua pintura de raio no rosto - maquiagem usada pelo músico na capa de seu disco "Alladin Sane", de 1973 - e o da direita ter o mesmo corte de cabelo e o terno a la "Purple Rain" de Prince, eles na verdade são o mesmo emoji, mas em diferentes plataformas. O da esquerda aparece no iOS, da Apple, e o da direita no WhatsApp.

VEJA TAMBÉM:

Para quem não entende como isso funciona, vamos explicar. Existe no mundo da tecnologia o Unicode, um consórcio formado por diferentes empresas que trata da padronização de linguagem em todo o mundo em diferentes sistemas operacionais e aplicativos. Desde 2010 que esse consórcio também trata da universalização dos emojis.

Cada tipo de emoji possui dois nomes: o nome Unicode, que na verdade é uma combinação de letras e números que o identifica como um tipo de CPF; e o nome CLDR, sigla em inglês para Common Locale Data Repository, ou Repositório de Dados Locais Comuns, para determinar a ideia-chave por trás dele.

Como exemplo, o emoji que abre esta reportagem tem como nome CLDR "man singer" (cantor masculino), e seu nome Unicode é "U+1F468", O Unicode determina que a forma do ícone pode "variar significativamente", mas os designers devem manter a mesma forma-núcleo, que por sua vez é criada com base nas "formas usadas na prática da indústria".

Mas pelo visto as empresas não se entenderam a quem deveriam homenagear com o ícone de cantor, que foi lançado em novembro do ano passado. Enquanto Apple, Google e Microsoft colocaram o raio de David Bowie em seu emoji, o WhatsApp foi de Prince. Mas não foi o único "do contra" aqui, já que a Samsung usa um visual mais puxado para os animes, e o Facebook adotou um visual com cabelos pintados.

Tudo isso também valeu para a versão feminina do emoji, como você pode ver acima. Mesmo que Bowie e Prince sejam homens, o emoji de cantora também usa o raio e o terno púrpura de ambos, talvez porque os artistas que serviram de inspiração tiveram suas carreiras marcadas pelo visual andrógino.

Mas há vários casos de diferentes estéticas bem grandes no mesmo emoji para diferentes empresas. Ficou famoso o caso recente do emoji de hambúrguer que foi considerado uma aberração gastronômica porque inicialmente colocava o queijo como último ingrediente do recheio, o que deixa o pão de baixo suscetível à gordura excessiva.

Ainda que o Google tenha corrigido isso em seguida, ainda não há um consenso. A Apple prefere usar a alface como último ingrediente, enquanto a maioria das empresas põe a carne nessa posição, ou põe a alface no topo ou no meio do recheio.

No ano passado, o emoji de arma de fogo foi trocado por uma pistola de água na Apple e no WhatsApp, o que rendeu uma pequena controvérsia com a MIcrosoft, que fez o caminho contrário da Apple: trocou sua arma de brinquedo por uma de verdade. Outras empresas também usam o formato de pistola "real".

No emoji "unhas pintadas", o visual de linhas pretas adotado pela Microsoft deixa os dedos parecendo personagem do game "Minecraft". Também vemos discrepâncias na cor do esmalte: a maioria é vermelha, enquanto a Apple vai de rosa, e a LG, de azul-turquesa.

Afinal, são os ETs verdes ou azuis? E por que o da Samsung não sorri?

A dançarina vai mais no estilo tango na maioria das plataformas, mas o da Microsoft não tem rosto, e o da Samsung parece a personagem de quadrinhos Luluzinha.

Por que o rosto cansado do Google é azul e parece prestes a vomitar? Já o da Microsoft traz as feições de um cantor de ópera se apresentando.

Aqui mais uma vez a Samsung é do contra, colocando sem sutilezas um fantasminha saindo do rosto gritando - emoji que se inspira no quadro "O Grito", de Edvard Munch.

O emoji de homens segurando as mãos foi bem recebido pela comunidade LGBT, mas o da fabricante taiwanesa de celulares HTC praticamente elimina qualquer traço de humanidade nos bonecos, deixando-os parecidos com sinais de trânsito.

Por fim, o rosto zangado fica vermelho como um pimentão apenas no Google; já o da Samsung range os dentes como se estivesse com prisão de ventre.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos