"Você não é digno de um sabre de luz", diz Mark Hamill para chefe da FCC

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Mark Hamill, o Luke Skywalker de "Star Wars", não gostou de ver a saga espacial ser usada para defender o fim da neutralidade da rede.

    Mark Hamill, o Luke Skywalker de "Star Wars", não gostou de ver a saga espacial ser usada para defender o fim da neutralidade da rede.

Na última semana, o líder da FCC (Comissão Federal de Comunicações, a "Anatel" dos EUA), Ajit Pai, divulgou um vídeo 'engraçadinho' onde comentava de forma irônica as coisas que as pessoas continuarão fazendo online após o fim da neutralidade da rede - como é chamado o conjunto de regras que garante tratamento igualitário ao tráfego da internet e que impede, por exemplo, que operadoras cobrem valores diferentes para o acesso a determinados conteúdos.

Entre elas, estava "fazer parte da sua comunidade de fãs favorita", onde Pai brinca com um sabre de luz de "Star Wars". A brincadeira chamou a atenção do ator Mark Hamill, o próprio Luke Skywalker, herói da saga espacial, que deixou clara sua posição sobre o executivo e as decisões tomadas pela agência.

"Que vídeo fofo, Ajit 'Eu sou precioso?' Pai", diz Hamill no Twitter. "Mas você é profundamente indigno para empunhar um sabre de luz. Um Jedi age em prol do homem comum e sem egoísmo. E não mente para enriquecer corporações gigantes".

O mestre Jedi ainda alfineta: "Você pagou os direitos de John Williams?", citando a trilha sonora de "Star Wars" usada no vídeo.

Após a crítica de Hamill, o senador Ted Cruz, tomou as dores de Ajit Pai e tentou "explicar" para o ator, chamando-o de "Luke", que quem é a favor da neutralidade da rede é como Darth Vader, "que apoiou o poder do governo sobre tudo que é dito e feito na internet" - o que não é verdade, já que não existe internet em "Star Wars" - se existisse, a princesa Leia não precisaria enviar um droide para Obi-Wan Kenobi (um email bastaria) e toda a aventura seria bem diferente.

Mark Hamill não se deu ao trabalho de discutir com o senador texano. Apenas criticou o uso do nome incorreto e atacou de volta: "Talvez você estivesse distraído vendo pornô no escritório de novo". O político conservador foi flagrado curtindo vídeos pornográficos no Twitter no último dia 11 de setembro.

O ator Mark Hamill vive o mestre Jedi Luke  Skywalker em "Star Wars: Os Últimos Jedi", em cartaz nos cinemas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

LEIA MAIS

UOL Cursos Online

Todos os cursos