Quem inventou o bitcoin? O mistério de Satoshi Nakamoto

  • Reprodução

    Criptomoeda elaborada em 2008 agora está mais popular do que nunca

    Criptomoeda elaborada em 2008 agora está mais popular do que nunca

Nas últimas semanas a palavra "bitcoin", antes vista mais como uma estranha curiosidade no mundo digital, começou a tomar a boca do povo, seja pela sua forma de revolucionar o sistema financeiro com um novo tipo de moeda, ou como um castelo de cartas prestes a entrar em colapso - e arruinar a vida de milhares de pessoas no processo (sem falar no possível impacto ambiental que a "febre do bitcoin" pode gerar).

De qualquer forma, agora que a criptomoeda alcançou um nível de popularidade e valorização nunca antes visto - com cotação atual na casa dos R$ 60 mil -, a pergunta que vários devem fazer é: quem bolou esta ideia?

Veja também:

Esta pergunta tem sido fonte de um grande mistério que há anos fascina jornalistas e entusiastas do mundo do bitcoin e das criptomoedas em geral.

A ideia de um sistema monetário digital existe desde o fim dos anos 1990, mas só começou realmente a tomar força em 2008, quando uma figura conhecida apenas como Satoshi Nakamoto publicou o texto "Bitcoin: A Peer-to-Peer Electronic Cash System" (ou "Bitcoin: Um Sistema de Dinheiro Eletrônico de Ponto a Ponto", em tradução livre), que detalhava como esta nova moeda descentralizada funcionaria.

No ano seguinte, bitcoin foi propriamente apresentada ao mundo, e o resto é história.

Satoshi Nakamoto, porém, continuou a ser uma figura misteriosa. No seu perfil da organização P2P Foundation, ele é descrito como um homem de 42 anos que vive no Japão. Quem estudou não só os textos como o código desenvolvido por Nakamoto, porém, duvida da natureza oriental da figura, por seu inglês excelente (com construção de texto e uso de palavras britânico) e porque não há nenhuma documentação japonesa no seu software.

Sendo assim, há vários suspeitos levantados nos últimos anos que podem estar por trás da identidade de "Satoshi Nakamoto", incluindo figuras como Elon Musk (que negou veementemente em seu Twitter). Como em todos os casos de nomes secretos, porém, há sempre candidatos mais plausíveis do que outros.

Reprodução
Nick Szabo

Um dos suspseitos mais populares é Nick Szabo, um criptógrafo que desde os anos 1990 demonstrou interesse na ideia de criptomoedas, chegando até a criar uma precursora do que conhecemos como bitcoin, chamada de "bit gold". Szabo, porém, negou por diversas vezes que seja o verdadeiro criador do sistema.

Reprodução
Hal Finney

Outro candidato também relacionado às origens das criptomoedas é Hal Finney, desenvolvedor de jogos e criptógrafo que foi a primeira pessoa além de (supostamente) Nakamoto a utilizar o sistema de bitcoin, recebendo a moeda diretamente de seu criador.

Finney morreu em 2014, vítima de esclerose lateral amiotrófica, sempre negando ser o verdadeiro criador da moeda.

Reprodução
Dorian Satoshi Nakamoto

Relacionado a Finney está... Satoshi Nakamoto. Ou, melhor dizendo, Dorian Nakamoto, um físico e engenheiro da computação americano descendente de japoneses.

O nome deste Nakamoto foi levantado em uma matéria de 2014 da revista Newsweek, mas na época ele declarou que não nunca tinha ouvido falar de bitcoin. O que torna a história interessante é que, por muitos anos, ele foi vizinho de Hal Finney, o que pode indicar que ou o designer usou seu nome como pseudônimo, ou Dorian Nakamoto tem mais a ver com a criação da criptomoeda do que aparenta.

Mark Harrison/Handout
Craig Steven Wright

Uma das poucas pessoas a declarar que é o verdadeiro criador do bitcoin é o australiano Craig Steven Wright, que chegou a declarar que "Satoshi Nakamoto" era na verdade um pseudônimo para ele e o analista forense David Kleiman, falecido em 2013.

Wright chegou a tentar provar concretamente que era o inventor da criptomoeda em 2015, ao demonstrar o processo de verificação da primeira transação de bitcoin. Isso convenceu alguns, mas outros, como a revista The Economist, declararam que este tipo de coisa pode ser "encenadas", o que o levou a parar de usar este argumento.

Em 2016, porém, Wright voltou a afirmar ser o verdadeiro inventor do bitcoin, chegando a dar uma entrevista à BBC reclamando de como sua vida pessoal e a de pessoas próximas a ele foram afetadas por suas declarações.

"Eu vou ficar em frente à câmera uma única vez. E nunca, nunca mais vou estar na câmera novamente para qualquer canal de TV, ou qualquer tipo de mídia, novamente", declarou. Esta entrevista, inclusive, fecha o documentário "Banco ou bitcoin", da Netflix.

Como todos os outros suspeitos, ainda não há prova concreta de que Wright seja o verdadeiro responsável pelo bitcoin, ou apenas um charlatão querendo roubar crédito de outra(s) pessoa(s).

Rick Bowmer/AFP

De qualquer forma, graças à enorme popularidade atual do bitcoin, quem quer que seja o verdadeiro Satoshi Nakamoto é uma (ou várias) das pessoas mais ricas no mundo: o blog Quartz afirmar que ele está potencialmente entre as 50 pessoas mais ricas do planeta.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

LEIA MAIS

UOL Cursos Online

Todos os cursos