Facebook denuncia, e mil pessoas podem ir presas por ver vídeo de pedofilia

Do UOL, em São Paulo

  • Foto: AFP

    Autoridades dinamarquesas receberam a denúncia na segunda metade de 2017, mas só agora passaram a processar os acusados

    Autoridades dinamarquesas receberam a denúncia na segunda metade de 2017, mas só agora passaram a processar os acusados

O Facebook denunciou 1.004 pessoas para a polícia dinamarquesa após descobrir que elas estavam compartilhando um vídeo de pedofilia por meio do Messenger da plataforma.

Entre os denunciados por compartilhar o vídeo - que mostra dois adolescentes de menos de 15 anos fazendo sexo - estão pessoas com menos de 18 anos. As mensagens foram trocadas no início do segundo semestre do ano passado, mas a polícia dinamarquesa disse que os envolvidos só estão sendo processados agora por se tratar de um caso "grande e complexo".

VEJA TAMBÉM

Aqueles que forem considerados culpados terão uma pena branda: não mais do que 20 dias de prisão. A ficha dessas pessoas, porém, manterão o registro da transgressão pelos próximos dez anos.

Nem sempre o Facebook identificar e denunciar esse tipo de prática, já que alguns usuários ativam a opção de criptografar as conversas. Sendo assim, é o tipo de situação que depende da denúncia de alguém envolvido no processo ou que tenha visto algo do tipo.  

Vale lembrar que, segundo entendimento do Poder Judiciário brasileiro, quem curte, comenta ou compartilha conteúdo ofensivo em redes sociais pode ser responsabilizado civilmente e condenado a pagar indenização para as pessoas ofendidas. Para que um processo do tipo seja levado adiante, é preciso haver denúncia da vítima. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos