Chefão do Google explica por que modo anônimo do Chrome foi criado

Guilherme Tagiarioli

Colaboração para o UOL

O Google lançou o modo anônimo no navegador Chrome em dezembro de 2008 e, desde então, ele ganhou popularidade. Mas não é todo mundo que entende direito para o que este tipo de janela serve. O pessoal do site norte-americano Thrillist resolveu falar com Darin Fisher, vice-presidente do Google Chrome, para esclarecer essa questão.

VEJA TAMBÉM

Segundo Fisher, a função foi criada para facilitar a vida de quem compartilhava um computador, já que ela evita confusão entre os diferentes cookies (pequenos arquivos gravados no computador usados para identificação) gerados pelos usuários.

Além disso, o modo anônimo ajuda as pessoas a esconderem alguns hábitos de navegação que elas não querem que outros saibam. 

Reprodução
Para abrir uma janela anônima, clique nos três pontos do canto superior direito

Para exemplificar isso, Fisher descreve um dos casos idealizados pelo Google: o namorado quer fazer pesquisas relacionadas à compra de aliança. Sem o modo anônimo, facilmente a outra parte do casal descobriria pelo histórico de navegação ou pela sugestão de busca.

No modo privativo, o navegador não grava o histórico, os cookies ou as informações fornecidas em formulários, apenas downloads e itens favoritados.

Vale lembrar que mesmo com essas medidas, o navegador não impede que o usuário possa ser inspecionado.

Ainda que não sejam gravadas informações localmente, todo o tráfego da rede passa por um roteador. Lá, um profissional de TI pode saber facilmente quais os sites acessados por quem está conectado àquela rede.

Além disso, ao acessar páginas sem https (protocolo que descreve páginas criptografadas, geralmente identificadas com um cadeado na barra de endereços), pessoas que estão na mesma rede poderão ter ainda mais detalhes sobre as atividades.

No fim das contas, o modo anônimo oferece privacidade local, pois serve como uma ferramenta para evitar que outras pessoas saibam por onde um usuário navegou. Porém, nada impede que alguém possa espionar o que é acessado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos