De olho na segurança

Dificulte a vida do ladrão: veja como proteger melhor seu celular

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images/iStockphoto

Quando seu celular é roubado, várias coisas precisam ser feitas para evitar problemas maiores: o boletim de ocorrência, o bloqueio do número na operadora, a compra de um novo chip.... Que tal então adotar algumas estratégias de segurança antes mesmo de correr esse risco?

VEJA TAMBÉM

O bom é que seguindo algumas dicas simples você consegue dificultar (ou até impedir) o acesso de estranhos aos seus dados bancários, suas mensagens, agenda telefônica, fotos, entre outras informações e arquivos pessoais.

Vai lá e anote os dados do seu aparelho

Em caso de roubo ou perda, você precisa ter algumas informações para conseguir bloquear o aparelho e registrar no boletim de ocorrências.

Por isso, assim que possível, deixe anotado e guardado em casa as características do celular, como cor, modelo e nome da fabricante.

Em seguida, procure e anote o número IMEI (Identificação Internacional de Equipamento Móvel, em tradução livre). Trata-se de um código que funciona como uma espécie de RG. Com ele, você consegue desativar o celular para uso. Para saber qual é o IMEI, digite *#06# no telefone.

Getty Images

Custa colocar uma senha?

Todos os novos celulares já oferecem opções de segurança na tela para o usuário. A senha numérica é a mais comum, mas já tem até biometria e reconhecimento facial.

Na senha, use números não relacionados à sua vida pessoal, como datas de aniversário, casamento, telefones, etc. Seja criativo (a), decore a senha e, por favor, não ande com ela anotada na carteira ou na capinha do celular.

Outra opção é a combinação que parece aquela brincadeira "ligue os pontos". Você escolhe uma sequência e desenha na tela. toda vez que for desbloqueá-la. 

Juliana Carpanez/UOL

Use seu dedão

Ok, nem todos os aparelhos possuem sensor biométrico. Mas eles aparecem cada vez mais nos modelos intermediários e em quase todos os top de linha.

Por isso, caso o seu celular tenha o leitor de digital, cadastre seu dedo! É uma camada a mais de segurança.

Martin Ivanov-Marten/iStock

Onde estou?

Sabemos que deixar a localização do dispositivo ligada consome bastante bateria. Mas, imagine poder rastrear onde o seu smartphone está?

É só ir nas configurações do seu aparelho e habilitar o recurso. Você pode usar aplicativos das próprias fabricantes ou usar os disponíveis nas lojas de app do Google e da Apple. Veja como fazer aqui.

Acervo

Este dispositivo vai se autodestruir em...

Celulares Android e o iPhone, da Apple, possuem configurações que apagam automaticamente o conteúdo do celular caso alguém tente incessantemente desbloquear o aparelho usando algum dos recursos citados acima.

O número de tentativas varia, mas é algo super útil caso o aparelho seja roubado.

Acervo

Backup SEMPRE

Se existe uma coisa que você deve fazer agora é verificar se o seu smartphone está com o backup automático ativado. Caso não esteja, vá nas configurações do aparelho, habilite a opção e faça o backup dos seus dados imediatamente.

Ele não só servirá em casos de roubo, como também será útil se algum componente do aparelho der problema. As informações, em geral, ficam salvas na nuvem. Por isso, é possível restaurar os dados em outro smartphone.

Como localizar um celular perdido

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos