Se você não sabe manter a privacidade no Facebook, ele quer te ensinar

Do UOL, em São Paulo

  • Arte/UOL

A privacidade sempre foi um tema complicado nas redes sociais, e no Facebook, então, nem se fala. Os controles de privacidade estão na plataforma há muitos anos, mas nem todo mundo sabe disso ou sabe usar direito. Nós já ensinamos como "filtrar" e "fechar" mais seu Facebook. E agora o próprio Facebook quer fazer isso também.

Aproveitando o gancho do Dia Internacional da Privacidade de Dados, no domingo (28), o Facebook apresentou uma nova investida em privacidade dos usuários em três frentes.

VEJA TAMBÉM:

A novidade veio também em resposta a uma nova e difícil lei da União Europeia que entra em vigor em maio. Será a maior revisão das regras de privacidade de dados pessoais desde o surgimento da internet e visa dar aos europeus mais controle sobre suas informações e como as empresas as usam. Empresas que violarem a lei enfrentarão uma penalidade de até 4% do volume anual global de negócios ou 20 milhões de euros, o que for maior.

Vídeos educativos e um novo guia

Reprodução
Exemplo de vídeo explicativo sobre privacidade no feed de notícias do Facebook

A primeira frente da campanha é a introdução de vídeos educacionais no feed de notícias dos usuários. Eles devem ajudar os mais leigos a, por exemplo, controlar quais informações o Facebook usa para exibir anúncios, como revisar e excluir postagens antigas e até mesmo o que significa excluir sua conta.

A segunda é a publicação de uma carta de princípios e orientações gerais da empresa que deixam claro como ela aborda a privacidade. Não é nada muito novo, pois o Facebook já tem esse conteúdo online há bastante tempo (aqui e aqui), mas o Facebook está tentando espalhar mais essas informações com um texto mais direto.

Alguns dos princípios são:

"Damos o controle de sua privacidade": a empresa quer que o usuário saiba onde estão os seus controles de privacidade e como ajustá-los, como por exemplo a ferramenta de seleção de público-alvo para cada postagem.

"Ajudamos as pessoas a entender como seus dados são usados": Aqui o objetivo é resumidamente dizer: "olha, usamos sim seus dados para gerar anúncios personalizados, mas você também pode controlar isso", clicando nos três pontinhos do canto superior direito de cada anúncio para abrir as configurações de publicidade.

VEJA TAMBÉM:

"Nós projetamos privacidade em nossos produtos desde o início": De novo um "mea culpa" da empresa, assumindo que ganha dinheiro com publicidade, mas esta é produzida com "orientação de especialistas em proteção de dados e leis de privacidade, segurança" etc. Ok.

"Trabalhamos constantemente para manter suas informações seguras": O Facebook diz aqui que trabalha duro para proteger bastante todos os dados que entregamos a eles. E que você pode contribuir para aumentar a segurança, usando, por exemplo, a ferramenta de autenticação de dois fatores.

"Você possui e pode excluir sua informação": Aqui a empresa lembra que se você postou alguma bobagem, pode apagá-la quando quiser. Pode ser óbvio, mas pelo visto nem todo mundo sabe disso. Além disso, você também pode cometer "Facebookcídio" --excluir sua conta-- sempre que quiser.

"A melhoria é constante": A empresa diz que investe bastante em pesquisa e trabalha com especialistas de fora do Facebook, incluindo designers, desenvolvedores, profissionais de privacidade e reguladores, para saber o que está no caminho certo e o que não.

"Somos responsáveis": O Facebook diz realizar "rigorosos testes de segurança de dados" e se reunir com reguladores, legisladores e especialistas em privacidade em todo o mundo para, de novo, saber o que está funcionando ou não no quesito privacidade.

Redesenhando o Centro de Privacidade

Já a terceira frente da campanha nova só será vista nos próximos meses, pois o Facebook está trabalhando em um redesenho do Centro de Privacidade com configurações básicas de privacidade em um único local.

Atualmente as configurações de privacidade ficam meio escondidas na plataforma; você precisa entrar nas configurações de usuário e depois no menu "Privacidade". Em breve o Facebook, espera-se, tornará ele mais fácil e compreensível para o usuário acessar e ajustar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos