Alarme, choque e spray de pimenta: conheça as capas de celular antifurto

Marcelle Souza

Colaboração para o UOL, em São Paulo

  • Divulgação

    Modelos de capas têm anel, soco inglês e alarme

    Modelos de capas têm anel, soco inglês e alarme

Você já teve o smartphone furtado ou roubado enquanto enviava uma mensagem ou falava andando distraído pela rua? Seus problemas acabaram! Pelo menos isso é o que prometem os vendedores de capinhas "antifurto" vendidas por aí. Os modelos vão desde os básicos anéis que garantem mais segurança ao aparelho até dispositivos com choque, spray de pimenta e até facas acopladas.

Os equipamentos mais sofisticados são vendidos no exterior e, por aqui, a maioria dos suportes vendidos sob esse título são uma espécie de anel acoplado à parte traseira das capinhas de celular. Basta segurar firme o aparelho e teclar confortavelmente, dizem os vendedores.

Há materiais, formas e cores para todos os gostos: de plástico flexível (para não machucar), sóbrios de metal, com desenhos de frutas, flores e até apliques de pedras brilhantes.

Antes de escolher a sua, lembre-se: a recomendação dos especialistas é nunca reagir a um assalto.

VEJA TAMBÉM:

Quem optar pelo modelo com anel, deve ter um outro cuidado, alerta João Nakamoto, ortopedista especialista em mão do Instituto Vita. Segundo ele, numa situação de furto, o celular pode ser puxado com violência.

Levando em conta que o anel é preso em um único dedo, toda a energia do movimento será dissipada nele, favorecendo lesões como fraturas, luxações e, eventualmente, os chamados desenluvamentos (quando a pele se 'descola' da estrutura do dedo) 

Reprodução
Marca registrada da delegada Helô, vivida por Giovanna Antonelli em "Salve Jorge"

Soco inglês

Da marca Knucklecase, essa capinha transforma o seu aparelho celular em um soco inglês. O suporte está disponível para vários modelos do iPhone nas cores dourado, rosa, prata, chumbo e preto. O preço, porém, é um pouco salgado: quem quiser precisa desembolsar a partir de R$ 420 --embora a gente saiba que existem cópias bem mais baratas. Além disso, saiba que essa capinha pode causar transtornos na hora do embarque no aeroporto, por exemplo. 

Reprodução
Prefere constranger o ladrão? Aposte nesta capinha

Muito barulho

Se você achou as possibilidades acima um pouco violentas, a Coyote Case promete ser uma opção. Menos discreta, essa capinha tem um alarme, que pode ser acionado por um botão. Além disso, o dispositivo manda mensagens de SMS para números pré-cadastrados pelo usuário com a localização do aparelho no GPS. Essa capinha turbinada custa aproximadamente R$ 400.

Divulgação
Capa de celular da Yellow Jacket que dá choque

Arma de choque

Algumas empresas no exterior investiram em capinhas mais sofisticadas, como as produzidas pela empresa norte-americana Yellow Jacket, que tem uma arma de choque. Os eletrodos ficam na parte superior da proteção e podem ser acionados pelo usuário quando necessário.

Nas redes sociais, a propaganda da Yellow Jacket é voltada especialmente para mulheres, já que a arma é vendida como uma forma não só de proteção contra roubos e furtos, mas também contra possíveis ataques sexuais. O equipamento está disponível para iPhone em várias cores e no site da empresa custa a partir de R$ 450. No Brasil, armas de choque conhecidas como tasers ou spark são permitidas, mas a venda é controlada.

Divulgação

Spray de pimenta

Outra companhia que transformou o celular em arma de defesa foi a Spraytect, que tem um spray de pimenta acoplado à capinha. O cartucho é removível e, desse modo, é possível decidir quando sair preparado. O suporte também só está disponível para iPhone e custa aproximadamente R$ 80. Equipamento semelhante foi produzido pela SmartGuard, mas na internet só encontramos capinhas para modelos mais antigos do iPhone.

No Brasil, o uso do spray de pimenta é restrito às forças de segurança.

Divulgação
Capinha da Task One com 16 ferramentas, incluindo faca, chave-de-fenda e chave-inglesa

Multiuso

A capinha Task One tem várias funções. Ao todo, são 16 ferramentas acopladas ao seu celular, incluindo faca, chave-de-fenda, chave-inglesa, régua e abridor de garrafas. Se ela ajuda no bar e no camping, pode também salvar você de uma ameaça de furto. Resta saber se você teria coragem de encarar o risco e usá-la também nessas situações --o que, fique claro, não recomendamos.

As opções de capinhas anti-furto são muitas, mas não custa reforçar que a polícia recomenda que, em caso em caso de abordagem, especialmente se o suspeito estiver armado, é melhor perder o celular e não reagir.

Como localizar um celular roubado ou perdido

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos