Twitter pode passar por reforma para ficar mais popular, diz presidente

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

    Para o CEO Jack Dorsey, o Twitter está preso na era da digitação

    Para o CEO Jack Dorsey, o Twitter está preso na era da digitação

O Twitter pode passar por uma grande reformulação nos próximos meses, sugeriu o presidente executivo Jack Dorsey, em uma conferência nos EUA. O objetivo é deixar a rede social mais fácil de usar e aumentar sua popularidade.

Dorsey disse que o Twitter é considerado difícil por usuários regulares e anunciantes e que ele sofre pressões do mercado para deixar a plataforma mais amigável.

VEJA TAMBÉM:

"Um terço dos dois milhões de novos usuários que entram no Twitter têm expectativas o que a rede deve ser, mas acabam se frustrando quando não conseguem achar o que querem. É muito trabalhoso".

Uma das mudanças sugeridas pelo executivo é mudar o foco da rede social dos textos para os vídeos. "O poder do texto é incrível, mas em alguns contextos você quer imagens e vídeos mais imersivos", disse Dorsey, que acredita que o Twitter está preso na era da digitação.

A mudança de direção faz sentido financeiramente: anúncios em vídeo estão entre os principais fatores que ajudaram o Twitter a ter seu primeiro trimestre lucrativo entre outubro e dezembro de 2017.

Desde que reassumiu o comando do Twitter em 205, Dorsey tem feito reformas na rede social, desde mudanças nos nomes de funções até o fim do limite de 140 caracteres por mensagens - hoje, um tuíte pode conter 280 caracteres.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

LEIA MAIS

UOL Cursos Online

Todos os cursos