Samsung

Galaxy S9 e mais: veja o que esperar da maior feira de celulares do mundo

Márcio Padrão

Do UOL, em Barcelona

  • Antonio Navarro Wijkmark/Divulgação

    Fira Gran Via, centro de convenções em Barcelona que sedia a Mobile World Congress

    Fira Gran Via, centro de convenções em Barcelona que sedia a Mobile World Congress

Você pode achar que celular é coisa recente, mas desde 1987 que as empresas do ramo da telefonia se reúnem para vender seu peixe. Aquele foi o ano da primeira Mobile World Congress (MWC), que na época ainda se chamava GSM World Congress. Trinta anos depois, fomos dominados pelos celulares.

O maior evento de telecomunicações do mundo novamente acontecerá no Fira Gran Via, em Barcelona, oficialmente a partir da próxima segunda-feira (26) a até quinta (1º). Mas neste domingo alguns anúncios de grandes marcas já ocorrerão.

VEJA TAMBÉM:

E talvez o anúncio mais esperado role justamente neste dia: o do Samsung Galaxy S9, nova linha premium da marca sul-coreana, que já está antecipando o produto em teasers misteriosos

As outras marcas devem vir com lançamentos mais tímidos. Sony, Asus e LG talvez virão com modelos de ponta, mas que segundo os boatos não devem trazer nada muito forte. As marcas chinesas, que costumam correr por fora com bons lançamentos, também estão um pouco retraídas.

Para quem está perguntando pelos iPhones, a Apple não costuma participar de feiras e realiza seus próprios eventos de lançamento. 

Reprodução/@evleaks

Samsung

O vazamento acima, do jornalista Evan Blass, revela que visualmente o Galaxy S9 --e sua versão maior, o S9+ (da foto)-- não mudará muito o que em relação ao Galaxy S8 e S8+.

As especificações do S9: 4 GB de memória RAM, 64 GB de armazenamento, tela AMOLED de 5,8 polegadas com a alta resolução de 2960 x 1440 pixels.

No S9+ melhora o seguinte: 6 GB de RAM, 128 GB de armazenamento e tela de 6,2 polegadas.

Ambos vêm com o potente recém lançado processador Snapdragon 845, nos EUA; e com o Exynos 9810, fabricado pela própria Samsung, em outros países.

A câmera, porém, é prometida como a "grande coisa" dos aparelhos. Um vídeo publicitário recente da Samsung traz emojis, levando a crer que os tais emojis 3D da Samsung, gerados por câmera e sensores, estão chegando para brigar com os Animojis da Apple.

Fala-se que a câmera do S9 será de 12 MP, trazendo um sensor só no modelo simples e um duplo no S9+. A câmera frontal seria de 8 MP em ambos.

Além desses modelos, a Samsung deve trazer mais dois produtos. Vazamentos apontam para os 'SM-G495U' e 'SM-G490F' (nomes técnicos dos aparelhos) com certificação Bluetooth, além de tela com aspecto 18,5:9, e Android 8.0 Oreo pré-instalado. Fora isso, não se sabe mais nada.

Reprodução/Droid Life

Motorola

A Motorola não terá nenhum anúncio oficial previsto na MWC 2018, mas a imprensa de tecnologia vem apresentando nas últimas semanas supostos vazamentos da linha intermediária Moto G6, como a que está acima. E serão três modelos: o G6 comum, o G6 Plus (mais completo) e o G6 Play (com bateria maior). Será que vêm agora ou ficarão para outro mês?

De qualquer forma, o suposto design dos Moto G6 seguiria mais próximo do Moto X4, lançado em 2016: quadradão, curvado nas "quinas" e com bastante borda.

O processador será o mediano Snapdragon 450 no G6, e o melhor Snapdragon 630 no G6 Plus. As demais especificações estão um pouco mais vagas: fala-se em tela de 5,7 polegadas (G6) e 5,93 polegadas (G6 Plus), memória RAM de 3, 4 (G6) ou 6 GB (G6 Plus) e 32 GB ou 64 GB de armazenamento (ambos).

O Moto G6 Play deve ter o mesmo tamanho e especificações do G6, mas ganharia dos seus dois "irmãos" na bateria: supostamente terá 4.000 mAh, enquanto o G6 tem 3.000 e o G6 Plus 3.200.

LG V30

LG

A "outra marca sul-coreana" não anda bem das pernas no quesito celular há algum tempo. A empresa fará um movimento mais cauteloso na MWC deste ano. Ano passado ela veio com o G6, mas agora, em vez de um G7, veremos uma atualização do V30, ótimo celular top de linha lançado há alguns meses na IFA, a feira de Berlim, e que não chegou ao Brasil até hoje.

Seus novos recursos incluem uma câmera inteligente que recomenda o melhor modo de disparo em função do objeto mostrado, um sistema de conselhos de compras com base no reconhecimento das imagens e opções exclusivas de comando de voz no Google Assistente.

A LG também confirmou a atualização da linha intermediária K. O novo K10 terá a mesma câmera traseira de 13 MP encontrada no LG G6, além de uma câmera frontal de 8 MP que suporta o efeito "bokeh" (desfoque de fundo) visto nos iPhones e Galaxys recentes. Já a câmera traseira de 8 MP do K8 ganhará disparo por gestos e flash para selfie, entre outras coisas. 

As outras especificações dos modelos são modestas: processador de 1,3 (K8) e 1,5 GHz (K10), memória RAM de 2 e 3 GB (este último só no K10). A LG diz que os dois celulares virão à América Latina, o que deve incluir o Brasil.

Sony Xperia XZ1

VEJA TAMBÉM:

Sony

A gigante japonesa é outra que está escondendo o jogo, mas como ela no ano passado lançou na MWC o ótimo Xperia XZ Premium com supercâmera lenta e terá estande neste ano, é só juntar dois mais dois e supor que veremos algo novo da empresa em Barcelona.

Os boatos falam em dois modelos top de linha: o XZ2 e o XZ2 Compact (imagens vazadas acima). Ambos seriam os primeiros "tela infinita" da Sony. A tela é de 5,8 polegadas, e 5 no Compact. De resto, ambos com 4 GB de memória RAM, e 64 GB de armazenamento e processador Snapdragon 845 (olha ele de novo).

Também fala-se em três smartphones Xperia com o processador intermediário-premium Snapdragon 660. Se tudo estiver certo, a Sony virá então com cinco telefones para a MWC.

Reprodução/Twitter @bgssilva

Asus

Outra que certamente vai trazer alguma coisa é a Asus, que bem ao seu estilo burburinho está fazendo contagem regressiva no seu site sem dizer o que veremos. Mas a hashtag #backto5 é autoexplicativa: está chegando o Zenfone 5, nova geração de celulares dos taiwaneses. O "#devoltaao5" refere-se ao fato de que já existiu um Zenfone 5 em 2014. Dar nomes legais a celulares novos não é o forte das fabricantes...

A foto acima, do Twitter de Bernardo G. da  Silva, é um suposto vazamento do Zenfone 5 e mostra um visual muito parecido com o do iPhone X, também conhecido como o celular que todo mundo quer copiar hoje em dia. O aparelho também deve vir com especificações de peso com um preço competitivo, como é de praxe na Asus. Ah, e é possível que vejamos um Zenfone 5 Lite também.

Divulgação

Alcatel

Marca voltada a celulares populares, a chinesa Alcatel continuará assim na MWC. A empresa vai lançar oficialmente os três modelos apresentados na CES: os intermediários 5 e 3v e o barato 1x. Como destaques, o 5 traz tela quase sem bordas --mas com resolução baixa, HD-- enquanto o 3v tem tela de 6 polegadas com resolução Full HD+.

Chinesas fora do Brasil

A Xiaomi pode atrasar seu próximo modelo de ponta, o Mi 7, e ele não viria para a MWC, deixando a marca sem um grande lançamento. Idem para a Huawei, que anda enrolada com questões de espionagem nos EUA e provavelmente levará a Barcelona apenas notebooks, tablets e smartwatch.

HTC e Oneplus também não devem levar grandes modelos, mas esta última tem um motivo: lançou o poderoso modelo 5T há pouco tempo.

Reprodução

Nokia, cadê você?

Acima vemos um suposto vazamento do Nokia 9, top de linha da popular marca finlandesa que há algum tempo é dos chineses da HMC. Prometido desde o ano passado, o modelo incluirá tela OLED de 5,5 polegadas, processador Snapdragon 835, 6 GB ou 8 GB de RAM, 64 GB ou 128 GB de armazenamento, e câmera principal dupla de 13 MP + 12 MP.

A empresa também pode lançar vários outros modelos, como o 8 Sirocco, 7 Plus, 6 (2018) edição global, 4, 1 e 3310 4G (sim, aquele da cobrinha). Mas a pergunta que queremos muito fazer a eles na MWC é: quando finalmente chegam ao Brasil?

#UOLTesta: Qual é o melhor celular top de linha hoje?

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos