Samsung

Câmeras potentes e Emojis 3D: Samsung apresenta o Galaxy S9

Márcio Padrão

Do UOL*, em Barcelona

Chegou um dos momentos mais badalados do ano em tecnologia: o anúncio dos novos Galaxy S da Samsung, aparelhos que sempre figuram entre os melhores smartphones Android do mercado.

Lançados neste domingo (25), num evento pré-Mobile World Congress de Barcelona, os Galaxy S9 e S9+ chegam ao mercado internacional em 16 de março (no Brasil, ainda não há uma data oficial).

Os preços variam de US$ 719,99 (S9) a US$ 839,99 (S9+) - R$ 2.440 e R$ 2.847, em conversão direta e sem contar os impostos - e são a resposta da Samsung para os recentes lançamentos da Apple: os iPhones 8, 8 Plus e o XAinda não foram divulgados os preços do Galaxy S9 para o Brasil, mas os modelos anteriores chegaram custando R$ 3.999 (S8) e R$ 4.399 (S8 Plus).

Essa concorrência vem se acirrando, pois no ano passado a Samsung conseguiu trazer modelos com telas "infinitas" --detalhe que a Apple copiou no iPhone X-- e uma assistente de voz própria, a Bixby.

Reprodução/Samsung
Ambos os celulares têm tela infinita

DJ Koh, chefão da divisão móvel da Samsung, iniciou sua apresentação citando as palavrinhas da moda: inteligência artificial, aprendizado de máquina, realidade aumentada, realidade virtual e internet das coisas. E elas aos poucos foram se conectando aos recursos inclusos nos telefones. 

Pouco depois de exibir os novos modelos, Koh pediu para que os participantes do evento pegassem suas credenciais. Usando a realidade aumentada, elas "magicamente" se transformaram no S9.

"Super" câmeras e Emojis 3D

Divulgação
As novas câmeras são os principais destaques do S9 e do S9 Plus

A câmera do S9 é de 12 MP e traz um sensor único no modelo simples e duas lentes no S9+. A câmera frontal é de 8 MP em ambos. 

O Galaxy S9 tem na câmera traseira abertura variável entre f/1.5 (que aceita mais luz) e f/2.4, enquanto o S9+ terá abertura 1.5 em um sensor e 2.4 em outro. Essas características prometem resultar em ótimas fotos. Segundo a empresa, as câmeras foram inspiradas no funcionamento do olho humano, reduzindo automaticamente a abertura em ambientes muito iluminados e expandido em locais mais escuros. 

Os modelos também oferecem estabilização de imagem óptica, para evitar imagens tremidas e serão os primeiros celulares da Samsung com lentes cujas aberturas podem ser controladas mecanicamente - você pode deixar o app fazer isso no automático ou ativar o modo "pro" e regular a abertura como preferir.

"Um telefone verdadeiramente capaz de capturar o mundo sob qualquer condição de luz", afirmou DJ Koh.

Reprodução
Emoji 3D da Samsung se parece com você

A nova câmera também permitiu a estreia dos emojis 3D da Samsung, que estão chegando para brigar com os Animojis do iPhone X.

Os Galaxy S9 e S9+ usam uma nova tecnologia de escaneamento inteligente do nosso rosto, que combina câmeras e sensores faciais, para criar um emoji que sincroniza com nossos movimentos. 

Diferentemente dos emojis 3D da Apple, as figurinhas divertidas funcionam tanto para bichos (ou figuras como um cocô) quanto para simular o nosso próprio rosto. Outra diferença é que as animações poderão ser compartilhadas pelo WhatsApp e Facebook. 

Durante a apresentação, a Samsung anunciou uma pareceria com a Disney. Além do nosso rosto, poderemos criar animações com as carinhas do Mickey, da Minnie e dos personagens do desenho "Os Incríveis".

Reprodução/Samsung
Usuários poderão criar animações com a cara do Mickey e da Minnie

Câmera lenta... bem lenta mesmo

Outro destaque dos novos S9 continua com a "super" câmera. Os modelos conseguem fazer gravações em câmera lenta em 960 fps (quadros por segundo), mesma performance do Xperia XZ Premium, da Sony, lançado em junho do ano passado.

Para se ter uma ideia, o iPhone produz câmera lenta em 240 fps. A demonstração foi feita com água sendo despejada em um copo, e mostrou todos os detalhes do líquido se ajustando ao material.

As câmeras traduzem objetos para você

Ao que parece a Samsung está alinhada com empresas como LG e Motorola, que também demonstraram interesse em usar suas câmeras de celulares como assistentes pessoais. O Moto X4 lançado no ano passado, assim como o novo V30S, lançado neste domingo, também usam inteligência artificial no software da câmera para ajudar o usuário a reconhecer objetos e indicar conteúdo relacionado.

As câmeras dos S9 também funcionam integradas à assistente virtual Bixby. Com sua inteligência artificial, o conjunto consegue identificar e traduzir placas, livros, menus. 

O recurso funciona mesmo como um tradutor só que com realidade aumentada. É só apontar a câmera e a tradução é feita por cima das letras na tela do celular.

Além de texto, (como faz o Google tradutor), as câmeras reconhecem comida, maquiagem e vinho. Em comida, por exemplo, o sistema reconhece o alimento e diz quantas calorias ele tem.

Ao todo, são nove categorias diferentes de itens que as lentes conseguem captar.

Getty Images

Conhece todos os detalhes da câmera do seu celular? Pode fazer diferença

Entenda as funções da câmera

Visual conhecido

Visualmente o Galaxy S9 e o S9+ não mudaram muito o que vimos no Galaxy S8 e S8+. São novamente aparelhos de tela "infinita", tomando quase toda a frente e curvada nas bordas. 

O S9 mantém o tamanho do S8 com tela de 5,8 polegadas super AMOLED e alta resolução de 2960 x 1440 pixels, chamada Quad HD+. Já o S9+ é um pouco maior e tem tela de 6,2 polegadas com a mesma qualidade.

Memória e bateria

Os dois novos modelos serão comercializados com 64 GB, 128 GB ou 256 GB de armazenamento interno e 4 GB (S9) e 6 GB (S9+) de memória RAM.

Na bateria, nada de muito impressionante: capacidade de 3.000 mAh para o S9 e 3.500 mAh para o S9+, que com tela maior, gasta mais energia também. Deve render bem o dia todo e não muito mais que isso. 

Os dois virão com o sistema operacional Android 8.0 com interface Samsung. 

Divulgação

O S9 e o S9+ também contam com a certificação IP68, resistente a água e poeira. Segundo a Samsung, eles sobrevivem a submersão de até 1,5 m de água por até meia hora.

Ao contrário do que os usuários temiam, os novos aparelhos possuem entrada para fone de ouvido, a mesma P2 dos modelos anteriores. Por falar nisso, os dois celulares oferecem som estéreo e alto-falantes com volume 40% superior ao do S8.

Sensor de digitais

Recurso polêmico nos S8 e S8+, o sensor de digitais continua atrás dos celulares. Muitos criticaram essa posição no ano passado, dizendo que o sensor estava alto demais --ficava ao lado da lente da câmera traseira.

Agora pelo menos a Samsung desceu um pouco e fica abaixo da lente. Ainda não será desta vez que a empresa investe em sensores de impressão digital por baixo da tela, como o recém lançado celular da chinesa Vivo.

Transformando o celular em PC

A empresa apresentou também a nova versão do DeX, acessório que ajuda a transformar o seu celular em um computador. 

Chamado agora de DeX Pad, o dispositivo permite conectar o S9 e o S9+ ao monitor mais próximo. Com isso, o usuário consegue usar a tela como se fosse um desktop com ajuda de um teclado e mouse físicos. O bichinho conta com saída HDMI, entradas USB e um conector USB-C.

O novo Dex Pad é compatível com os modelos anteriores Galaxy S8 e Note 8.

Divulgação
DeX Pad transforma o celular em computador

Ficha técnica: Samsung Galaxy S9 e S9+

Tela: Super AMOLED de 5,8 polegadas (S9) e 6,2 polegadas (S9+) e resolução Quad HD+ (2960 x 1440 pixels)
Sistema operacional: Android 8.0 com interface Samsung
Memória: 64 GB, 128 GB ou 256 GB (de armazenamento interno (expansível com cartão de memória) e 4 GB (S9) 6 GB (S9+) de memória RAM
Câmeras: 12 MP (traseira, simples no S9 e dupla no S9+) e 8 MP (frontal em ambos)
Bateria: 3.000 mAh (S9) e 3.500 mAh (S9+)

(Colaboração Bruna Souza Cruz, Bruno Romani e Pablo Rafael)

* O repórter viajou a convite da Motorola

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos