Carro autônomo da Uber mata pedestre nos EUA; empresa interrompe testes

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

    Carros autônomos do Uber são testes da companhia para o futuro

    Carros autônomos do Uber são testes da companhia para o futuro

A Uber está parando por tempo indeterminado todos os testes com carros autônomos depois que um veículo da companhia matou um pedestre na cidade de Tempe, no Arizona (Estados Unidos). De acordo com uma afiliada da rede de TV ABC, o automóvel atingiu na manhã desta segunda (19) uma mulher que atravessou a rua fora da faixa de pedestre.

O carro contava com um operador humano na direção, mas estava em modo autônomo no momento do acidente. A vítima foi resgatada e levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo.

Veja também: 

Esse é provavelmente o primeiro acidente fatal com pedestre envolvendo um carro sem direção humana.

Após parentes próximos serem avisados, a polícia confirmou que a vítima se trata de Elaine Herzberg, que tinha 49 anos. Ela tentou atravessar a rua da direção oeste para leste quando foi atingida. 

Por causa do acidente, a Uber irá parar os testes com carros sem motoristas. Isso vale para os veículos autônomos sendo testados em Tempe, onde o acidente ocorreu, além de San Francisco, Pittsburgh e Toronto (Canadá).

No Twitter, o CEO da Uber, Dara Khosrowshahi, afirmou que a empresa trabalha com as autoridades de segurança para entender o que ocorreu e mandou uma mensagem para a família: "Notícia incrivelmente triste vinda do Arizona. Nós estamos pensando na família da vítima enquanto trabalhamos com as autoridades locais para entender o que ocorreu."

Um representante da Uber disse que a empresa está ciente do ocorrido e coopera com as autoridades. A investigação sobre o caso ainda está em andamento. O Conselho Nacional de Segurança no Trânsito também avisou que irá enviar uma equipe para investigar o acidente. 

Outros casos

Não é a primeira vez que um carro da Uber se envolve em um acidente. Há cerca de um ano, também no Arizona, um acidente com outros dois carros fez a empresa também suspender os testes que fazia com a nova tecnologia. 

Contudo, a investigação apontou que a culpa foi de outro carro no momento da batida, já que ele teria furado um cruzamento. Não houve feridos, mas o carro autônomo da Uber chegou a tombar. 

A tecnologia de carro sem direção humana é considerada o próximo passo do setor automotivo e diversas empresas fazem testes com veículos sem motorista - Tesla, Google, Samsung e as grandes empresas automotivas são algumas delas. 

Acidentes (graves ou não) marcam uma parte da fase de testes dos carros. O órgão de trânsito dos EUA já fez críticas recentes à Tesla por causa de seus veículos autônomos, mas ainda não há nenhuma nova ordem para esse tipo de veículo.

A tecnologia de carros sem direção humana usa inúmeros sensores que mapeiam o ambiente ao redor do automóvel. Assim, teoricamente, conseguem evitar acidentes e se guiar, sendo até mais seguros que os carros comuns. O UOL Tecnologia chegou a testar recentemente um modelo semiautônomo disponível para venda no Brasil.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos