De cerveja de graça a reunião em trailer: a sede do Airbnb nos EUA

Gabriel Francisco Ribeiro

Do UOL, em São Francisco (EUA)*

Diz aí: será que você conseguiria trabalhar em uma empresa com cerveja e vinho à vontade para seus funcionários? A tentação existe em algumas empresas pelo mundo e o UOL Tecnologia pode conferir isso na prática: esse é só um dos elementos que torna a sede do Airbnb, em São Francisco (Estados Unidos), tão impressionante.

A estrutura do prédio, situado ligeiramente ao sul do centro da cidade californiana, em si já é bem diferentona. Imponente por fora, conta por dentro com um enorme hall que lembra shoppings brasileiros. Desse hall, é possível ver salas de reunião e áreas de trabalho dos três diferentes andares da construção – as paredes que dão para esse hall são todas de vidro, o que possibilita esse belo efeito.

Veja também: 

As cores das salas de reuniões malucas que têm por lá (sim, malucas, entenda mais abaixo) ficam marcantes nessa área, principalmente à noite. O ambiente também propicia bancos e cadeiras para funcionários relaxarem ou conversarem entre si – de fato, lembra bastante um shopping.

Vai uma cervejinha aí?

Os benefícios de trabalhar por lá, por sinal, são bem atrativos. Por exemplo: o restaurante da empresa serve, totalmente de graça, café da manhã, almoço e jantar para quem trabalha na sede da empresa.

Mas o que é comida perto de cerveja?

Gabriel Francisco Ribeiro/UOL
Existem cinco tipos de cerveja e de vinho para funcionários se esbaldarem na sede do Airbnb, em San Francisco (EUA)

Sim: tem também bebida alcoólica liberada para funcionários. Em torneiras ao lado de água, sucos e refrigerantes, há três tipos de cerveja (stout, pale ale e lager) e três de vinho (tinto, rosê e branco). Ao lado, um papel diz: "são 16 horas em algum lugar... Mas não aqui. Torneiras abrem de segunda a sexta, das 16h às 18h30".

Fala a verdade: deve ser difícil não resistir a um golinho todo dia depois do stress provocado pelo trabalho, hein?

Cada sala, uma história

A estrutura da sede toda, por sinal, é bem maluca. Que dirá as salas de reunião da companhia. Cada ambiente é uma representação exata de uma casa real disponível no Airbnb ao redor do mundo. Doideira, não?

Tem homenagem ao Rio de Janeiro, Itália, França... Mas algumas se destacam mais do que as outras. Existe, por exemplo, uma espécie de iglu com uma portinha em que você precisa se abaixar para entrar. Dentro, há apenas uma pequena mesa, três cadeiras e um computador.

Gabriel Francisco Ribeiro/UOL
Esta sala é réplica exata do apartamento onde fundadores do Airbnb receberam os primeiros hóspedes - até livros são iguais

Outro ambiente é a representação exata do apartamento em que os dois fundadores do Airbnb inventaram a companhia. Tudo isso ocorreu há 10 anos, quando ambos estavam sem dinheiro para aluguel, e, com um congresso lotando os hotéis de San Francisco, ofereceram um Air Bed and Breakfast (colchão inflável e café da manhã, que passaria a virar Airbnb). Até os livros na sala de reunião reproduzida são os mesmos do apartamento.

O mais louco, no entanto, é um trailer que é uma representação real de uma habitação disponível para alugar na Austrália. Segundo o Airbnb, o carro foi içado pela janela para dentro da empresa. Agora, serve como uma pequena sala de reunião.

Gabriel Francisco Ribeiro/UOL
Trailer, que representa uma hospedagem na Austrália, foi içado pela janela

Homenagens pelo prédio

A sede também é recheada de homenagens a momentos importantes da companhia. Em uma enorme parede há um painel chamado "Open Your Heart and Home" ("Abra Seu Caoração e Sua Casa"). Nele, várias cartelas homenageiam anfitriões da plataforma que abrigaram refugiados durante a crise migratória. São fotos e textos que explicam ações de pessoas anônimas do site.

As três primeiras pessoas que se hospedaram na casa dos fundadores do Airbnb – sim, na mesma sala reproduzida no atual prédio – também estão presentes em três enormes pôsteres no primeiro andar. O local ainda conta com duas enormes caixas de cereal gigantes que representam um momento-chave em que a criatividade dos fundadores impediu a falência da companhia.

Gabriel Francisco Ribeiro/UOL
Uma das paredes da sede tem homenagem a anfitriões do Airbnb que deram abrigo a refugiados durante a crise migratória

Algumas das mais recentes adições da companhia deixam o local mais bonito e colorido. Em várias paredes estão presentes pôsteres com passeios que podem ser realizados em cidades pelo Airbnb. Isso se trata da plataforma Experiências do site, uma alternativa ao serviço de hospedagem e que tem crescido mais rapidamente do que o uso tradicional do Airbnb.

Cerveja, comida de graça e salas malucas. Se a plataforma ainda der descontos em hospedagens, já pode preparar a sua mudança pra São Francisco, hein?

*O repórter viajou a convite do Airbnb

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos