Roubaram ou não roubaram seus dados do Facebook? Este link vai te dizer

Márcio Padrão

Do UOL, em São Paulo

  • Jonathan Ernst/Reuters

Se você ainda não sabe se foi um dos 87 milhões afetados pelo escândalo do uso indevido de dados de usuários do Facebook, saiba que a rede social já viabilizou duas maneiras de descobrir.

Falamos sobre uma delas: uma notificação que será enviada para todos os usuários. A outra foi descoberta pelo jornal "The Guardian" nesta terça (10): uma nova página de ajuda do Facebook.

Se estiver logado no Facebook e clicar neste link (ou pesquisar pelo título original da nota "How can I tell if my info was shared with Cambridge Analytica?" ou "Como posso saber se minhas informações foram compartilhadas com o Cambridge Analytica?), aparece de cara a informação.

Ali, o Facebook checa o seu perfil e informa a sua situação particular em relação ao caso.

VEJA TAMBÉM:

A maioria dos usuários verá uma mensagem dizendo o seguinte: "Com base em nossos registros disponíveis, nem você, nem seus amigos entraram no aplicativo "This Is Your Digital Life". Como resultado, não parece que suas informações do Facebook tenham sido compartilhadas com a Cambridge Analytica pelo aplicativo "This Is Your Digital Life".

O tal aplicativo foi usado pelo psicólogo Alexandr Kogan em 2013 e era um teste de personalidade que serviu para pegar dados de inicialmente 270 mil usuários, mas que também se ramificou para amigos destes usuários, alcançando assim 87 milhões de perfis do Facebook.

A outra mensagem da página de ajuda do Facebook deve dizer o inverso: que você foi afetado e teve seus dados usados pela Cambridge Analytica em suas estratégias.

A consultoria trabalhou na eleição de Donald Trump nos EUA em 2016 e no plebiscito "Brexit" pela saída do Reino Unido da União Europeia.

O UOL não encontrou, até o momento, uma versão em português da página de ajuda do Facebook.

Reprodução

Notificação

Fique de olho também se aparece no seu Feed de Notícias uma das notificações acima, pois elas também se referem ao escândalo da Cambridge e explicam a situação de cada usuário. 

A tela à esquerda na imagem será vista pelos usuários que não foram afetados pela violação de dados da Cambridge Analytica, enquanto a da direita será para os que foram afetados.

O Facebook estima que os dados do Facebook de até 87 milhões de pessoas "podem ter sido compartilhados de maneira imprópria" com o Cambridge Analytica durante a eleição presidencial dos EUA.

Desse total, estima-se que 70,6 milhões foram apenas nos EUA, seguido de Filipinas (1,1 milhão), Indonésia e Reino Unido (1 milhão), México (789 mil), Canadá (622 mil), Índia (562 mil), Brasil (443 mil), Vietnã (427 mil) e Austrália (311 mil).

Big data eleitoral que elegeu Trump tenta se firmar no Brasil

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos