Fonte de metais que pode baratear preço de baterias de celular é descoberta

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images

Pesquisadores descobriram uma fonte de minerais raros na costa do Japão. Com 16 toneladas de metais, será capaz de abastecer s indústria de bateria de celulares e veículos elétricos por séculos. A novidade foi publicada pela revista "Nature" na última terça-feira (10).

Isso porque a extração destes minerais é difícil e costuma ser cara. Atualmente, a maioria da produção global destes materiais tem como origem a China, que detém o controle dos preços dos minérios, necessários para indústria de diversos países - dentre eles o próprio Japão.

LEIA TAMBÉM

Produtores de eletrônicos, os japoneses poderão explorar os depósitos de minérios localizados próximos à Ilha de Minamitori, que fica a quase 2 mil quilômetros ao sudeste do arquipélago japonês.

Os depósitos de minerais contêm um ou mais dos 17 metais de terras raras da tabela periódica, que incluem os 15 lantanídeos, mais o escândio e o ítrio.

No reservatório de minerais, há ítrio suficiente para 780 anos, disprósio para 730 anos, európio para 620 anos e térbio para 420 anos, de acordo com a demanda global atual dos metais.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos