Google

Busca do Google responde suas perguntas com base nos livros que ela "leu"

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images/iStockphoto

A relação do Google com a inteligência artificial já não é novidade para ninguém. Muitas de suas ferramentas só funcionam bem por conta disso. Agora, um dos mais novos experimentos da empresa tem surpreendido muita gente ao prometer uma espécie de conversa com livros. 

A divisão de pesquisas do Google quis mostrar de uma forma divertida o quanto a inteligência artificial pode ser capaz de processar e entender a linguagem humana. Com isso, criou o "Talk to Book", que promete conseguir responder de perguntas mais comuns até questões filosóficas e esotéricas.

É só o usuário escrever uma frase ou pergunta e a plataforma "inteligente" faz uma busca nos 100 mil volumes de livros registrados no Google.

Ao contrário de uma pesquisa por palavras-chave, o novo sistema faz uma busca semântica, de significado, e usa a inteligência artificial para tornar o processo mais humano possível.

Reprodução

Por exemplo, se você perguntar "O quão alto as pessoas podem pular?", o sistema vai exibir trechos de livros sobre o assunto com informações sobre o que você perguntou como se fosse alguém te respondendo.

Segundo o Google, o experimento é uma maneira nova de explorar livros, usando apenas frases ao invés de ter que digitar o nome do autor ou o título de alguma obra.

Nós testamos a ferramenta, atualmente disponível apenas em inglês, com algumas perguntas do tipo "Quem é o melhor jogador do mundo?", "Como arremessar uma bola de basquete direito?" e "Quem é seu personagem favorito de Senhor dos Anéis".

As respostas vieram na forma de trechos de diversos livros, que apareciam listados como uma pesquisa tradicional do Google faria. 

Para a primeira questão, o Google sugeriu a autobiografia do ex-jogador Andrea Pirlo. Nela, o ex-atleta aponta Lionel Messi como o melhor do mundo, lembrando um dos anos em que o argentino foi o vencedor do prêmio do melhor jogador de futebol da temporada.

Sobre a pergunta de basquete, o experimento apontou o livro "A física do basquete", sugerindo um treinamento de bandejas para jovens jogadores.

Já no caso dos personagens de Senhor dos Anéis, um excerto do livro "A Sociedade do Anel", primeiro da trilogia, foi copiado: "o mais velho destes (primos), e o favorito de Bilbo, era o jovem Frodo Baggins".

Ou seja, a ferramenta não necessariamente interage com o usuário, mas fornece respostas diferentes daquelas dadas na busca tradicional do Google.

Quer testar? Ela está disponível para uso aqui, mas é preciso escrever em inglês.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos