Estão cobrando serviços extras na conta de celular? Veja como descobrir

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images/iStockphoto

    Cobranças a mais na fatura de celulares dão dor de cabeça a usuários

    Cobranças a mais na fatura de celulares dão dor de cabeça a usuários

Se seu crédito de celular não tem durado o tanto que você imaginava ou cobranças extras que você não solicitou andam aparecendo na fatura, algo está errado. Calma que dá para descobrir se você está sendo cobrado por algo que provavelmente não solicitou – ou aceitou sem saber o que era.

O aplicativo Whoscall - Quem chama, disponível para iOS e também Android, agora tem uma função que permite ver se o consumidor está inscrito sem saber em algum SVA (Serviço de Valor Adicionado), como mensagens pagas por SMS (por exemplo, horóscopo, dicas variadas e afins). A nova funcionalidade por enquanto está disponível na versão Android, mas chega em breve ao iOS.

VEJA TAMBÉM

Muitos desses serviços extras surgem na fatura do celular depois que usuários caem em golpes do WhatsApp – esse é um dos principais meios de cybercriminosos ganharem dinheiro.

Como funciona

Para saber se você está inserido em um SVA, o aplicativo terá que ter acesso às suas mensagens. O app, inclusive, já é conhecido por suas funções de bloquear mensagens e chamadas de spam, que irritam muitos brasileiros por aí.

Logo na tela inicial do aplicativo, tem agora um ícone no canto inferior direito. Chamada de "Recarga Protegida", a função escaneia suas mensagens e, na tela seguinte, informa se você está cadastrado em algum serviço do tipo que está comendo seus créditos.

Reprodução
Aplicativo diz se tem um SMS fazendo cobranças na sua conta

"Considerando que cada serviço [SVA] custa em média R$ 4,99 por semana [ou R$ 19,96 mês] e o ARPU [valor médio da fatura por usuário] no mercado brasileiro é de R$ 21, o consumidor acaba gastando nesses serviços o valor quase total da sua recarga de créditos mensal", aponta Marcos Gomes, gerente da Gogolook, empresa que desenvolve o app, no Brasil.

No teste feito pelo UOL Tecnologia, o serviço funcionou bem, mas nenhum SVA foi identificado – menos mal. 

Os SVAs estão entre as maiores reclamações de usuários de telefonia contra suas operadoras em institutos de defesa do consumidor.

É possível descobrir se você está sendo cobrado também pelo site da operadora em informações do seu plano, com login e senha do consumidor, e também ao consultar a fatura de seu pós-pago.

Se você tiver um pré-pago, pode ainda fazer uma recarga e, antes de usar o novo saldo, realizar uma consulta para ver se ele imediatamente diminuiu. 

Para cancelar a cobrança, o usuário deve procurar a operadora de telefonia do seu plano de celular. Se o SVA foi cobrado sem seu consentimento, você tem direito a ser ressarcido em dobro, com juros e correção monetária, pela sua operadora.

Você sequer precisa provar que contratou o serviço - isso compete à operadora. Mas é bom tirar um print da cobrança para garantir. 

Se a reclamação com os canais oficial da operadora não surtir efeito, o consumidor deve procurar a Anatel ou Procon. Em último caso, o usuário pode abrir uma ação no Juizado Especial Cível. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos