Apple supera previsões ruins e anuncia sucesso impulsionado pelo iPhone X

Do UOL, em São Paulo

  • Gabriel Francisco Ribeiro/UOL

A Apple tranquilizou investidores nesta terça-feira (1º) ao anunciar os resultados de seu segundo trimestre fiscal de 2018. Após rumores de quedas nas vendas de celulares, em especial de uma rejeição do iPhone X, a empresa informou uma receita recorde para o período e destacou que o modelo mais moderno de seu smartphone foi o mais vendido em todas as semanas desde dezembro.

"Clientes escolheram o iPhone X mais do que qualquer outro iPhone em cada semana do trimestre de março, assim como ele fizeram após o lançamento no trimestre de dezembro", declarou o executivo-chefe Tim Cook.

VEJA TAMBÉM

Ao contrário do que previram analistas, a receita do período foi de US$ 61,1 bilhões, um crescimento de 16% em comparação com os últimos anos. As vendas de iPhone também cresceram, embora apenas 2% na mesma proporção, contabilizando 52,2 milhões de unidades comercializadas mundo afora.

Impulsionado pela liderança do iPhone X, o preço médio na venda do smartphone subiu para US$ 728, uma alta de 11% ano a ano e graças ao feito inédito que foi o modelo mais caro se firmar como o mais popular.

Entre os outros produtos da empresa, houve crescimento de 2% no número de iPads comercializados (9,1 milhões) e queda de 3% nas vendas de computadores Mac.

A divisão de produtos vestíveis, formada por Apple Watch, Beats e AirPods, também teve bom desempenho, assim como o serviço Apple Pay, que foi expandido a novos países, dentre eles o Brasil.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos