Blogueirinhos fake tentam "caô" em troca de diárias e deixam hotéis malucos

Fabiana Uchinaka

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images

    É digital influencer? Então prova?

    É digital influencer? Então prova?

O "device" pode ter a mais alta tecnologia, mas a cara segue sendo de pau mesmo. Redes de hotéis de todo o mundo estão tendo que lidar com uma enxurrada de pedidos de supostos "influenciadores" em busca de hospedagem gratuita e outros agrados.

De acordo com reportagem da revista The Atlantic, até mesmo pessoas com 600 conexões no Facebook ou 2.000 seguidores no Instagram se acham no direito de pleitear uma semaninha com tudo pago nas Maldivas.

Hoje em dia, todo mundo se diz influenciador

Kate Jones, diretora de marketing do Dusit Thani, resort 5 estrelas na ilha

Segundo ela contou à publicação, apenas 10% dos pedidos são atendidos.

Afinal, não se trata de um destino barato. Uma busca online mostra que as diárias do hotel para uma semana entre 1º e 8 de setembro (feriado no Brasil) começa em US$ 497 - já levando em conta a baixa temporada e os 30% de desconto para quem fica uma semana completa. 

Divulgação
Quem não quer ficar de graça nesse hotel nas Maldivas

Com a dificuldade de separar o que são influenciadores de verdade e o que são meros oportunistas com contas em redes sociais, alguns estabelecimentos resolveram simplesmente banir todos os youtubers, blogueiros e demais espécies da fauna de influenciadores digitais.

Um desses hotéis, o dublinense Charleville Lodge, viralizou no começo do ano, quando ridicularizou o pedido de uma jovem interessada em estadia gratuita - "talvez eu devesse propor de pagar meus funcionários com um vídeo", dizia um trecho do desabafo do dono do hotel.

Um outro hotel de Bali relatou receber entre cinco e 20 pedidos de estadia gratuita por dia, relatou à publicação Jack Bedwani, especialista em relações públicas que atende a marca. Ele destaca, no entanto, que é muito fácil separar os profissionais dos amadores:

A maioria das propostas de quem não é do ramo são muito mal escritas e não trazem contrapartidas claras

Os influenciadores reais se ressentem da propagação de oportunistas e tentam, além da abordagem profissional e entregas claras, diversificar seus serviços com a inclusão de consultoria para gestão de redes sociais e outras atividades.

Parece que estadias avaliadas em milhares de dólares não se pagam com um punhado de likes…

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos