Vitória do vertical: Instagram aposta em vídeos de 1h em formato de celular

Gabriel Francisco Ribeiro

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação/Instagram

    Instagram TV, a IGTV

    Instagram TV, a IGTV

O Instagram anunciou nesta quarta-feira (20) que vai aceitar vídeos de até 60 minutos, uma mudança gigantesca no aplicativo. A plataforma, que anos atrás permitia vídeos de no máximo 15 segundos, terá uma nova área exclusiva para a nova funcionalidade, além de um novo aplicativo para produtores de conteúdo, o IGTV. A intenção é fazer você trocar a TV (e o YouTube) pela rede social.

A companhia, controlada pelo Facebook, sempre foi conhecida pelo seu uso expresso e tranquilo, apesar de os usuários passarem cada vez mais tempo no aplicativo, principalmente depois da adição dos Stories.

VEJA TAMBÉM

Originalmente, o Instagram deixava a publicação de vídeos de até 15 segundos. Em 2016, o tempo máximo aumentou para um minuto. Mas nada, contudo, comparado com essa atualização.

Os vídeos mais longos não estarão no feed normal dos usuários, mas em uma nova seção do aplicativo e também em um novo app dedicado à novidade. A investigadora de apps Jane Manchun Wong conseguiu algumas capturas de tela que mostram mais detalhes da nova interface.

Com o novo recurso, é provável que o Instagram esteja se preparando para tentar destronar o YouTube, assim como fez com o Snapchat. E vem em momento oportuno, em que a rede social já alcançou 1 bilhão de usuários.

A briga, contudo, será muito mais complicada, já que o YouTube, do Google, já está bem estabelecido em seu setor e foi responsável até por criar a nova profissão de "youtubers".

"Hoje ainda vemos vídeos no formato da TV. Isso faz a gente ter que virar o celular, não faz sentido. É a época do vídeo avançar e evoluir. Nós reimaginamos vídeos no celular e queremos dividir com vocês. Isso transforma os vídeos dos criadores", disse Kevin Systrom, cofundador do app.

Divulgação/Instagram

"Para a gente foi um processo de vários meses. A primeira versão de vídeo foi de no máximo 15 minutos no feed. Ouvimos muito que os criadores queriam aumentar isso. Com um minuto postavam teasers, o que não era legal. Por isso decidimos lançar o espaço e o app separado", afirmou o brasileiro cofundador do Instagram, Mike Krieger.

No exterior, alguns criadores populares do Instagram já começarão a produzir conteúdo para a IGTV, como Lauren Riihimaki, ou  @laurdiy, de projetos do tipo faça-você-mesmo; Lele Pons (@lelepons), que terá um programa de culinária na plataforma; ou Andrew B. Bachelor, conhecido como o comediante @kingbach.

A TV do futuro? Calma lá

Mike Krieger foi questionado se, futuramente, o vídeo na vertical se tornará o padrão, mesmo para assistir TV na sala de estar em casa. O cofundador da rede social explicou que a nova função foi criada a partir de uma necessidade observada após anos de vídeos em smartphones. "A gente sempre sentiu que tinha uma coisa errada, que era um formato antigo que foi colocado no celular", opinou.

Com a ascensão de aplicativos como o Snapchat e o próprio Instagram, milhões de fotos e vídeos são gravados na vertical diariamente com celulares, daí a necessidade da plataforma abraçar com mais seriedade o formato. YouTube e Netflix possuem milhões de usuários, só que o conteúdo produzido especialmente para eles vem na horizontal, para ser assistido na TV, tela do computador ou mesmo no smartphone - só que com ele de lado.

Krieger vê que o próprio Netflix simpatiza com os vídeos na vertical, pois publica "Stories" de suas séries nos aplicativos de celular com pequenos trailers de suas séries. "Acho que nessa fase a gente vai filmar tudo em dois formatos ao mesmo tempo, editar direitinho depois. É uma coisa que nos surpreendeu quando a gente começou a testar o vídeo é que muitos vídeos filmados para widescreen podem ser reformatados sem perder muito para vertical", afirmou.

Ele ainda disse que não vê a TV caseira mudando de formato. "Sentar lá atrás no sofá é legal para ter a visão mais larga", declarou, antes de completar: "Mas, agora, no celular o legal é ter o vertical".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos