Estas tecnologias já soaram exóticas e hoje fazem parte da nossa vida

Marcelle Souza

Colaboração para o UOL, em São Paulo

  • Reuters

    Tem coisa mais futurística que holograma?

    Tem coisa mais futurística que holograma?

Muitas séries e filmes de ficção científica já nos levaram a imaginar como seria a nossa vida no século 21. Algumas tecnologias ficaram só na tela, é verdade, mas outras fazem parte do nosso dia a dia. É o caso das chamadas de vídeo, dos smartphones e dos tablets. Você ainda se lembra como era a vida sem elas?

Para lembrar algumas dessas previsões curiosas, o UOL Tecnologia preparou uma lista de tecnologias que já pareceram invenção maluca do cinema, mas que hoje estão aí no mercado.

Reprodução
Skype, Facebook, WhatsApp... o que não falta é opção para chamada de vídeo

1. Chamada de vídeo

Na década de 1980, muita gente sonhou com chamadas de vídeo. Foi assim no filme Blade Runner, de 1982, que mostra uma ligação realizada a partir de uma espécie de orelhão com imagem. Tecnologia semelhante também aparece no filme De Volta para o Futuro 2, de 1989, e na série Os Jetsons, lançando inicialmente na década de 1960 e relançado em 1984.

Vale lembrar que, nessa época, modernidade era ter um videocassete em casa! Muita gente nem tinha telefone fixo em casa. Então imagine o quão futurístico era pensar em uma chamada por vídeo.

Pois é, hoje a tecnologia faz parte do nosso dia a dia e esse tipo de ligação pode ser feito para qualquer lugar do mundo e pelo celular. O primeiro a lançar a ferramenta foi o Skype, em 2003, seguido pela Apple, com o FaceTime. Atualmente, é possível chamadas de vídeo por vários aplicativos, como o WhatsApp e o Messenger do Facebook.

 

Getty Images
Michael Jackson "ressuscitou" em holograma

2. Hologramas

Uma das tecnologias antecipadas pela série Star Wars aparece em uma cena do Episódio 4 - Uma Nova Esperança. Trata-se de uma comunicação entre Luke Skywalker e um holograma da Princesa Leia. Hoje em dia, não temos exatamente esse tipo de chamada em três dimensões, mas os hologramas já não são coisa apenas da ficção.

Em 2014, por exemplo, foi possível "ressuscitar" o rei do pop, Michael Jackson, que "cantou" e "dançou" durante a edição daquele ano no Billboard Music Awards. A homenagem, que foi transmitida para o mundo todo, era uma uma imagem criada em computador, projetada e depois refletida no palco.

Além disso, pesquisadores da Universidade Brigham Young já chegaram a uma tecnologia bem mais avançada do que as "gambiarras" feitas em shows com artistas que já faleceram. Os cientistas testaram hologramas claros e realistas em três dimensões projetados no ar. A expectativa é que esse seja o primeiro passo para nos aproximar ainda mais das projeções da ficção.

false
Os iPads já invadiram a sala de aula

3. Tablets

Em 1968, o clássico filme 2001 - Uma Odisseia no Espaço, de Stanley Kubrick, mostrava um dispositivo que lembra bastante os tablets de hoje. A tecnologia também aparece na série Jornada nas Estrelas: A Nova Geração, entre outros longas que anteciparam esse tipo de aparelho.

Os primeiros tablets foram lançados no início dos anos 2000, mas foi em 2010, com o primeiro iPad, que houve uma revolução no mercado. Isso porque, ao contrário dos aparelhos disponíveis até então, o iPad era sensível ao toque dos dedos e dispensava as canetas especiais. Hoje há no mercado similares de vários tamanhos e preços.

Zigg
As assistentes de voz já resolvem muitas coisas para nós
 

4. Assistentes virtuais

No filme A Casa Inteligente, da Disney, um robô administra o dia a dia de uma família norte-americana. Pat, como era chamada a assistente virtual de 1999, devia ser acionada por comandos de voz para executar diversas tarefas da casa. No filme, as coisas não saíram como o esperado e a relação com a inteligência artificial não foi tão bem-sucedida.

Atualmente, alguns dispositivos como Amazon Echo e Google Home têm assistentes virtuais que desempenham papel semelhante. Os aparelhos têm capacidade de interagir por voz, tocar músicas, fazer listas de tarefas, configurar alarmes, acender luzes e termostatos, fazer chamadas telefônicas e checar o que falta na geladeira.

Assim como na ficção científica, a tecnologia pode acabar assustando os usuários. Foi o que aconteceu com alguns donos de aparelhos com a Alexa, assistente virtual da Amazon, que dizem ter ouvido recentemente risos estranhos sem que qualquer comando de voz tenha sido feito. A Amazon informou que essa "comunicação" foi um erro e que está trabalhando para corrigi-lo.

Joel Saget/AFP
Os óculos da Google não pegaram, mas já surgiram outros modelos

5. Óculos inteligentes

Considerada uma tecnologia exótica e futurística, óculos inteligentes como o Robocop, em que era possível identificar suspeitos rapidamente, ou os usados no filme De Volta para o Futuro 2, onde os personagens conseguiam ver vídeos e receber ligações, faziam parte dos filmes da década de 1980.

Hoje chegamos perto do imaginado naquela época, mas com algumas limitações, é verdade. O Google Glass, por exemplo, tem uma pequena tela que apresenta mapas, opções de música, previsão do tempo, rotas de mapas. Também é possível fazer chamadas de vídeo ou tirar fotos e compartilhar as imediatamente pela internet com o dispositivo.

Além disso, temos óculos de realidade virtual, que levam o usuário a uma experiência mais próxima do real, apesar de alguns modelos serem grandes demais e o preço ser salgado.

O relógio de pulso ganhou funções que a gente nem imaginava

6. Smartphones e relógios inteligentes

Entre as séries que mais inspiraram tecnologia, Star Trek é um dos destaques. A produção previu smartphones e smartwatches (relógios inteligentes). Os primeiros surgiram ainda na década de 1990 e, desde então, só ficamos mais dependentes dele. Já imaginou como era a vida sem aplicativos de mensagens instantâneas? Ou o que as pessoas faziam enquanto esperavam no banco ou no consultório médio? Pois é, os smartphones revolucionaram a nossa vida.

Os relógios digitais, por sua vez, existem já faz bastante tempo, mas os smartwatches tiveram um boom em 2013, ano em que modelos com mais funções foram lançados no mercado. Hoje, por exemplo, há aparelhos que realizam funções que vão desde cálculos até chamadas telefônicas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos