Falsa promoção da GOL no WhatsApp já afetou mais de 31 mil pessoas

Bruna Souza Cruz

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

As férias de julho chegaram para muita gente e nada como uma viagem para descansar o corpo e a mente. E se a passagem aérea tiver em promoção, melhor ainda, né?

O problema é que cibercriminosos estão aproveitando exatamente isso para aplicar golpes. Uma mensagem falsa está circulando no WhatsApp com a promessa de passagens gratuitas da companhia aérea Gol.

Com o texto "A GOL está dando passagens grátis, corre no site que ainda dá tempo!", ela pede que o usuário clique em um link falso. Depois de abrir, ele é redirecionado para uma página que exibe algumas perguntas.

UOL
Mensagem induz o usuário a clicar em um link falso

VEJA TAMBÉM

Ao final, o texto informa que ele só terá acesso as passagens depois de compartilhar a falsa promoção com 30 amigos ou grupos no WhatsApp ou fornecer dados como o seu endereço.

Segundo Emílio Simoni, diretor de segurança digital da Psafe, das 10h desta terça-feira (10) até por volta das 15h30 o golpe já tinha afetado mais de 31 mil usuários que utilizam as ferramentas de segurança da companhia. E o número deve aumentar.

Reprodução/Psafe
Uma das condições para ganhar a falsa passagem é compartilhar o conteúdo

O especialista explica que o objetivo mais comum de golpes assim é o uso dos números de telefone para cadastrá-los indevidamente em serviços de SMS pago. Outra função é receber remuneração enquanto os usuários enganados vão clicando em propagandas.

"O golpe trata-se de um phishing, que tem como objetivo 'pescar' os dados e informações pessoais importantes por meio de mensagens aparentemente legítimas, mas totalmente falsas. O objetivo dos cibercriminosos é conseguir capturar o maior número de dados de usuários e fazer com que a mensagem seja propagada para o maior número de pessoas", acrescenta Thiago Marques, analista de segurança da Kaspersky Lab.

Para não cair em golpes parecidos, a dica dos especialistas é sempre desconfiar de mensagens suspeitas, principalmente quando elas pedem que o usuário compartilhe o conteúdo com outras pessoas. Outra dica é sempre manter o sistema operacional atualizado e ter um antivírus instalado no dispositivo.

Marques acrescenta que em caso de dúvidas é interessante verificar o endereço do link enviado antes de clicar nele. Uma forma de fazer isso é digitar o endereço suspeito no navegador de internet para ver se a página existe. 

"Outra questão é nunca fornecer dados pessoais. Golpes assim costumam pedir. Em caso de dúvida, entre no site da empresa e veja se existem promoções reais", ressalta Simoni. 

Em nota, a GOL diz que orienta seus clientes a não clicarem em mensagens de origem duvidosa, fora do padrão, com erros de ortografia, ofertas de prêmios em milhas e, principalmente, pedindo a confirmação de dados cadastrais. A companhia reitera que preza pela segurança da informação em todos os seus canais de relacionamento. 

A GOL diz que a fonte original e confiável para promoções é o site da empresa e que em caso de dúvidas, o ideal é procurar a sua central de atendimento pelo número 0300 115 21 21.

Use estas dicas antes de clicar em promoções falsas

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos