Quebrou o botão Home? Saiba o que fazer para continuar usando seu iPhone

Rodrigo Lara

Colaboração para o UOL, em São Paulo

  • iStock

    Quantas vezes por dia você aperta o botão Home?

    Quantas vezes por dia você aperta o botão Home?

Se você possui um iPhone, é bem provável que você aperte o botão Home várias vezes durante o dia --ainda que "apertar" não seja bem o termo a partir do iPhone X, o primeiro aparelho da marca a abolir o comando.

O uso dessa parte do smartphone foi amplificado ao longo do tempo, conforme essa interface adquiriu outras funções além de ser "o botão que você aperta para voltar à tela inicial".

Um dos resultados do uso mais intenso foi visto nos iPhone 4, 4S e 5, versões do aparelho que sofreram com defeitos frequentes envolvendo o botão. Casos do tipo diminuíram consideravelmente a partir da introdução do Touch ID com o iPhone 5S, mas, independentemente da versão, não dá para negar que o uso intenso torna esse mecanismo sujeito a desgastes e, consequentemente, quebras.

Conserto pode sair (bem) caro

O que você faria se o botão Home do seu iPhone deixasse de funcionar? A opção mais óbvia seria levar o aparelho para o conserto.

Procurada por UOL Tecnologia, a Apple não quis falar sobre valores, se limitando a dizer que isso varia "de acordo com o dano". Já em contato com a rede iPlace, foi possível ter uma ideia mais próxima da realidade nesse sentido.

Considerando modelos lançados antes do sistema TouchID, como o iPhone 5, um funcionário do setor de assistência técnica da loja afirmou que a troca do botão home por outro original sai "entre R$ 300 e R$ 400".

Se você tem aparelhos mais novos, como o iPhone 7, e tiver algum problema na peça, a conta pode ficar consideravelmente mais salgada. Isso porque, em geral, não é feita a troca apenas desse sensor, mas sim do aparelho como um todo. Ou seja: caso o defeito seja por mau uso do celular - e, portanto, sem cobertura da garantia - a solução envolveria a compra de um novo aparelho.

"Gambiarra" oficial

Há, porém, uma boa notícia para quem não quer (ou não pode) gastar ou, ainda, busca uma solução paliativa até um conserto definitivo.

Trata-se do AssistiveTouch, um artifício pensado como solução de acessibilidade do smartphone para pessoas com limitações motoras.

O recurso estreou com a chegada do iPhone 4S, no auge dos problemas envolvendo o botão Home, e adivinha só: ele passou a ser usado por pessoas que tiveram problemas com o botão Home ou pretendiam "não gastar" o mecanismo.

Uma vez ativado, o AssistiveTouch se torna uma espécie de botão virtual, aos moldes do que existe nos celulares Android. E, melhor: suas funções são totalmente programáveis --quando clicado, ele abre outras opções de comandos, como simular o 3D Touch, bloquear a tela ou acessar as notificações.

Como usar?

Inicialmente, clique em "Ajustes". Neste menu, acesse a opção "Geral".

Reprodução

Uma vez em "Geral", procure a opção "Acessibilidade".

Reprodução

Nela, clique na opção "AssistiveTouch".

Reprodução

Em seguida, ative a função. Isso fará o botão aparecer na tela inicial do aparelho. Falta, porém, configurar suas opções.

Reprodução

Ainda nesta tela, é possível determinar a opacidade do botão e também personalizar quais funções esse botão virtual terá. Para isso, clique em "Personalizar menu principal".

Reprodução

Na tela seguinte, é possível determinar a quantidade de funções que o menu do botão virtual terá (são oito, no máximo) e quais elas serão. As opções são variadas e vão desde bloquear a tela até abrir a lista de apps em atividade.

Reprodução

Feito isso, o botão estará na tela principal do iPhone, podendo ser movido para onde você desejar.

Reprodução

Como dito acima, é uma solução paliativa para possíveis problemas no botão físico - ainda que algumas pessoas acabem usando essa opção como uma espécie de atalho para funções específicas. 

Getty Images

#DicasDeTec: quer aprender mais truques para tirar o melhor proveito do seu celular?

Confira nossa página

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos