Megazord da gambiarra: vários adaptadores na tomada podem incendiar a casa

Bruna Souza Cruz

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Na ausência de um plug compatível, por que não usar vários?! (contém ironia)

    Na ausência de um plug compatível, por que não usar vários?! (contém ironia)

Quem aí nunca usou uma gambiarra eletrônica para resolver alguma dificuldade no dia a dia? Usar adaptadores variados para ligar aparelhos com a tomada de três pinos é um dos usos mais comuns. Mas há pessoas que acabam abusando da solução, como pode ser visto na imagem acima. 

A criatividade de quem criou a engenhoca pode até parecer engraçada, mas é super perigosa.

É que nem acender um palito de fósforo em um lugar inadequado. Vai funcionar? Vai. Mas de modo algum você pode fazer

Marcos Crivelaro, professor de engenharia mecatrônica da FIAP

Entre os riscos, o mínimo que pode acontecer é o aquecimento do fio e um possível choque, segundo o professor:

Se aquece um pouco hoje. Amanhã aquece mais. Depois mais um pouco. Depois de um tempo, a proteção do fio pode derreter e aí aparece aquela parte metálica. Se a pessoa não percebe e está distraída, ela acaba tocando ali e toma um choque

Pensando no risco mais grave, há chance de um superaquecimento junto à tomada, o que pode resultar em queimaduras ou até mesmo um incêndio.

"Da forma como [os adaptadores] foram conectados, não existe rigidez mecânica. Logo, o peso com o cabo tende a forçar mecanicamente o conjunto, aumentando mais ainda o risco de mau contato e superaquecimento", explica Valter Avelino, professor de engenharia elétrica do Centro Universitário FEI.

Segundo Avelino, é difícil de acontecer, mas o superaquecimento pode até provocar o derretimento das conexões. Neste caso, há um risco de ter um curto-circuito ou explosão.

Os especialistas alertam também para o fato de que existem aparelhos eletrônicos de mais alta potência, que puxam mais energia, como o micro-ondas, ar-condicionado e ferro de passar roupa. Nestes casos, o risco de usar gambiarras eletrônicas com esses aparelhos é ainda maior.

Veja também

Tomadas têm tamanhos diferentes

Muita gente não sabe, mas existem dois tipos de tomadas de três pinos: uma tem corrente de 10A (amperes) e a outra tem 20A (para receber aparelhos mais potentes). Logo, os adaptadores precisam se adequar a cada um, recomendam os professores.

Reprodução/Inmetro
Diferença entre as tomadas de três pinos

A diferença entre elas é pouco perceptível e está no tamanho. Os aparelhos que trabalham com corrente de até 10A devem ser conectados na tomada que possui 4 mm de diâmetro em cada pino-- é aquele buraquinho onde o plug é encaixado. Já os dispositivos que operam entre 10 e 20 A devem ser usados em tomadas com diâmetro de 4,8 mm.

"Você tem que respeitar este encaixe. Os aparelhos que exigem mais demanda de energia, vão precisar de mais amperagem. Uma furadeira e um processador de alimentos precisam de 20A. Então, precisam ser ligados na tomada com os pinos mais largos", exemplifica Crivelaro.

Se você se mudou para uma casa e não faz ideia de qual tipo de tomada possui, a recomendação é pedir auxílio de um especialista para identificá-las.

"Muitas vezes o preço da tomada de parede é mais barato do que o plug adaptador. Pode valer mais a pena trocar. A tomada de três pinos é mais funda e isola a parte elétrica", aconselha Crivelaro.

Outra dica de segurança é evitar ligar muitos equipamentos que puxam muita energia naqueles filtros de linha.

"Já tive um caso aqui em casa. Minha esposa colocou a panela de arroz e o micro-ondas juntos e chegou até a derreter o fio."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos