Não aprendi a dizer adeus: Apple está mesmo matando Touch ID e botão home

Gabriel Francisco Ribeiro

Do UOL, em São Paulo

  • Jason Lee/Reuters

    Touch ID marcou época com lançamento em 2013, mas já está sendo aposentado

    Touch ID marcou época com lançamento em 2013, mas já está sendo aposentado

Você pode não ter aprendido a dizer adeus, mas vai ter que aceitar: o lançamento dos novos iPhones da Apple confirma que a empresa está matando algumas funções dos celulares que muitas pessoas ainda são apegadas: o Touch ID, o botão em celulares e a entrada P2 para fone de ouvido -- nem mesmo adaptador para isso terá mais.

Pela primeira vez na história desde que as tecnologias foram implantadas, a Apple lançou um conjunto de novos celulares que não têm esses elementos. Os novos iPhone XS, iPhone XS Max e o iPhone XR deixam no passado esses recursos.

VEJA TAMBÉM

É bom dizer que eles ainda não morreram, já que a Apple continuará fabricando e vendendo o iPhone 7, iPhone 7 Plus, iPhone 8 e o iPhone 8 Plus. Mas já foi dada a largada para o início do fim. 

Touch ID
Juliana Carpanez/UOL
Touch ID fez usuários não precisarem digitar código para desbloquear celular

O Touch ID é aquela "mágica" que permitiu que você desbloqueasse o celular com o seu dedo. Ele foi apresentado pela Apple como uma revolução em 2013, no iPhone 5S -- após só cinco anos, é uma prova viva de como as coisas mudam rápido no mundo de tecnológico. 

A tecnologia foi substituída desde o iPhone X pelo Face ID, que a Apple diz ser mais seguro e eficaz para desbloqueio dos celulares. Alguns podem discordar, mas não tem mais jeito: resta se acostumar, já que o fato de nenhum dos novos iPhones ter desbloqueio pela digital é um indício forte de que a Apple adotou o Face ID como padrão. Os novos iPhones sequer oferecem a opção do leitor de digital na traseira, como a Samsung adotou.

Mas ainda há espaço para a digital viver por mais um tempo: fabricantes chinesas já conseguem embutir o leitor atrás da tela infinita, e há quem diga que essa mesma tecnologia aparecerá no próximo Galaxy S10, da Samsung. Analistas que acompanham de perto a cadeia produtiva do iPhone afirmam que a Apple não conseguiu aplicar essa técnica de maneira satisfatória. 

A solução para quem curte o Touch ID: ou você compra os iPhones 7, 7 Plus, 8 ou 8 Plus, que seguem à venda pela Apple e contam com o recurso, ou parte para um dos aparelhos Android lançados nos últimos dois anos.

Botão no celular
UOL
Está vendo esse botão na frente? Já era

Com o fim do leitor de digitais, morreu o botão home, seja ele mecânico ou virtual, na frente dos iPhones. Ele teve uma longa e bonita trajetória, já que apareceu no primeiro iPhone como um dos comandos mais revolucionários, por também te levar à tela principal com um único toque.

Depois, todo mundo copiou e assim ele viveu até hoje.

Sem o botão home, a Apple adota como padrão os comandos do iPhone X, com gestos. Voltar para a tela inicial, navegar entre diferentes aplicativos, voltar para tela anterior, fechar vários aplicativos de uma vez... Tudo é feito com um deslizar do dedo -- para cima, para baixo ou para o lado.

O fim do botão home em toda a linha de celulares novos é um ato corajoso da Apple. Quem usa iPhones há mais tempo pode até se acostumar rápido, mas pode ser bem confuso para pessoas menos familiarizadas com a tecnologia e usuários do Android.

Mas, vale dizer, que a própria Google, criadora do Android, vem adotando (muito mais lentamente) os comandos por gestos desde o lançamento do iPhone X.

A solução para quem quer um botão principal no celular: compre os iPhones 7, 7 Plus, 8 ou 8 Plus, que seguem à venda pela Apple e contam com o recurso. Todos os celulares Android também ainda têm o botão, seja ele físico ou virtual.

Fone de ouvido com fios
Beck Diefenbach/Reuters
Entrada para fone de ouvido não existe mais desde o iPhone 7

A Apple vem ensaiando a morte de fones de ouvido com fio há tempos -- desde o iPhone 7, a entrada específica para fones sumiu. Agora, os novos iPhone XS, XS Max e XR sequer terão o adaptador que vem na caixa para que fios com fone funcionem na entrada Lightning.

Lá fora, muitos usuários já aderiram aos AirPods, os fones Bluetooth da Apple, mas isso está muito longe de ser nossa realidade.

Quem quiser usar um fone de ouvido com fio será obrigado a usar o da Apple, que vem na caixa dos aparelhos --fones brancos que lembram muito o tradicional, mas com entrada Lightning (em vez de P2).

Para usar um fone de outra marca, você terá de comprar um modelo Bluetooth ou um adaptador, gastando mais.

A solução para quem quer celular com entrada para fone de ouvido: os iPhones 7, 7 Plus, 8, 8 Plus e X contam, pelo menos, com o adaptador para fone de ouvido na caixa. Celulares mais baratos de outras empresas seguem com a entrada para fone -- a Samsung mantém a opção mesmo nos mais caros Galaxy S e Galaxy Note. 

Um iPhonão desse, bicho

Arte/UOL

Manda mais que está pouco: com iPhone XS Max, a Apple se rendeu à telona! Relembre a evolução

Leia mais
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos