Mãe reclama de movimento #MeToo e foto de filho viraliza

Rodrigo Trindade

Do UOL, em São Paulo

  • Twitter/Reprodução

    Pieter Hanson teve que dar explicações depois de tuíte desastrado da mãe

    Pieter Hanson teve que dar explicações depois de tuíte desastrado da mãe

É bem comum passar um pouquinho de vergonha por causa de uma mãe orgulhosa. Só que raramente uma mensagem carinhosa viraliza na internet, muito menos por um motivo negativo. Foi o que aconteceu com Pieter Hanson, um veterano da marinha americana que foi colocado no meio de um "fogo cruzado" por causa de um tuíte da mãe no último domingo (6).

"Esse é meu filho. Ele se graduou como 1º no campo de treinamento. Ele recebeu o prêmio USO. Ele foi o primeiro em uma escola A. Ele é um cavalheiro que respeita mulheres. Ele não faz mais encontros por causa do clima atual de falsas acusações por feministas radicais com um machado para moer. Eu voto. #HimToo (Ele também)", escreveu Marla Reynolds, que acompanhou o texto com uma foto do filho vestindo o uniforme da marinha (a publicação foi deletada desde então).

Marla aderiu a um movimento que se intensificou nos Estados Unidos, se apropriando de uma hashtag originalmente criada para trazer atenção a homens vítimas de abusos sexuais – uma versão masculina do movimento #MeToo. Nas últimas semanas, defensores do jurista Brett Kavanaugh, que acabou votado pelo Senado no domingo como juiz da Suprema Corte americana, passaram a usar o #HimToo para criticar supostas falsas acusações de mulheres que teriam sido abusadas ou assediadas por homens.

VEJA TAMBÉM

Em meio à série de tuítes relacionados à hashtag, o de Marla se destacou – e virou uma piada. Com textos inspirados pelo que foi escrito pela mãe de Pieter, internautas se divertiram aplicando o conceito do #HimToo sarcasticamente a personagens da cultura pop, como Marty McFly (de "De Volta pro Futuro") e Norman Bates (de "Psicose") ou até a um fofo vombate, uma espécie de marsupial.

"Esse é meu filho. Ele é um cavalheiro que trata as senhoras com respeito. Ele está com medo de realizar encontros no momento por causa do clima. Sério, por causa do clima atual, os filhos deles não serão capazes de sobreviver. Eu voto. #HimToo", publicou a comediante Luna Malbroux.

A repercussão online gerou um alvoroço e fez com que o jornal "Washington Post" fosse falar com a família, que negou a narrativa de Marla. O irmão de Pieter usou a rede social para comentar o caso: "Meu irmão está bombando no Twitter por causa do tuíte ridículo da minha mãe. Estou, ao mesmo tempo, rindo muito e me sentindo mal por ele."

O próprio Pieter, com bom humor, aproveitou a oportunidade para se manifestar. Repetindo a pose curiosa da foto publicada pela mãe, ele disse: "Aquela foi minha mãe. Às vezes as pessoas que a gente ama fazem coisas que nos magoam sem perceberem. Vamos mudar isso. Eu respeito e acredito nas mulheres. Eu nunca apoiei e jamais apoiarei o #HimToo. Sou um orgulhoso veterano da marinha, pai de gatos e um aliado. Além disso, Twitter, seu uso de memes está ótimo."

Não bastando isso, Pieter aproveitou o momento de estrelato virtual para pedir doações a ONGs que trabalham com o tratamento de crianças doentes ou de doenças graves – fora várias fotos de seus próprios gatos. Nada como aproveitar um momento constrangedor e reverter isso para ajudar necessitados, não é?

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos