Previsão de receita com anúncios do Snapchat em 2017 é reduzida para US$770 mi, diz eMarketer

(Reuters) - A previsão de receitas publicitárias de 2017 para o Snapchat, da Snap, foi reduzida em 30 milhões de dólares devido ao compartilhamento de receita superior ao esperado com seus parceiros, anunciou a empresa de marketing digital eMarketer em sua última previsão de gastos publicitários nesta terça-feira.

Embora isso ainda represente um crescimento de mais de 157 por cento em relação ao ano passado, é menor do que a previsão anterior do eMarketer, em setembro, de mais de 800 milhões de dólares. A Snap divulgou os detalhes sobre o compartilhamento de receita em documentos à Securities and Exchange Commssion (SEC, órgão que regula o mercado de capitais norte-americano) antes da oferta pública inicial deste mês.

A Snap depende da publicidade em dólares para a maior parte da sua receita global. Espera-se que o mercado de publicidade digital norte-americano chegue a 83 bilhões de dólares, um aumento de quase 16 por cento em relação ao ano passado.

A participação do Facebook no mercado de anúncios digitais nos Estados Unidos provavelmente aumentará para quase 20 por cento este ano, e a Alphabet ainda controlará quase 41 por cento, projetou o eMarketer.

No outro extremo do espectro, o eMarketer prevê mais problemas para o Twitter, que tem lutado com o crescimento estagnado de usuários. A receita de publicidade nos Estados Unidos declinará 4,7 por cento, para 1,3 bilhão de dólares, e a participação do Twitter no mercado de anúncios digitais dos EUA deverá cair para 1,6 por cento em 2017, de 1,9 por cento no ano passado.

(Reportagem de Tim Baysinger em Nova York)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos