Uso comercial de drones nos EUA vai crescer 10 vezes até 2021, diz agência

Por David Shepardson

WASHINGTON (Reuters) - O número de aeronaves não tripuladas, ou drones, nos Estados Unidos vai saltar nos próximos cinco anos, afirmou a Administração Federal de Aviação (FAA) nesta terça-feira.

O aumento vai ocorrer depois que o governo de Barack Obama implementou em 2016 novas regras que abriram os céus para pequenos drones usados para educação, pesquisa e uso comercial rotineiro. Reguladores ainda estão debatendo uma eventual abertura mais ampla para atividades que incluem entregas de encomendas, quando aeronave fica fora do campo de visão do operador.

A FAA estima que a frota de drones de amadores vai mais que triplicar, de estimadas 1,1 milhão de aeronaves em 2016 para mais de 3,5 milhões até 2021. A agência também estima que a frota de drones comerciais vai crescer de 42 mil unidades no final do ano passado para cerca de 442 mil aeronaves até 2021.

A agência também estimou que prevê que o número de pilotos de drones deve subir de 20 mil em 2016 para uma faixa 10 a 20 vezes maior até 2021.

(Por David Shepardson)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos