Google vai permitir que usuários compartilhem localizações em aplicativo de mapas

Por Julia Love

(Reuters) - O Google, da Alphabet, anunciou nesta quarta-feira que vai reformular seu popular aplicativo de mapas para permitir que os usuários compartilhem os locais em que estão, em uma estratégia para ampliar o engajamento dos usuários do produto que está ganhando importância para a gigante de buscas.

Na próxima semana, usuários no mundo todo poderão compartilhar onde estão em tempo real em dispositivos Android e que rodam o sistema iOS, da Apple, disse o Google. O recurso é parte de um conjunto de novas ferramentas destinadas a ampliar a efetividade do Google Maps, que os analistas consideram fundamental para as ambições da empresa em comércio eletrônico e transporte.

O recurso de compartilhar o local tem como objetivo de ajudar as pessoas a se encontrarem em locais lotados, como em shows de música ou conferências. Os usuários vão manter o controle sobre com quem compartilhar o local em que estão e por quanto tempo, afirmou Jen Fitzpatrick, que lidera o Google Maps.

Recursos de compartilhamento de localização têm disparado alarmes entre defensores da privacidade. Para reduzir estas preocupações, o Google vai lembrar os usuários no aplicativo e via email sobre com quem estão compartilhando a localização. Apesar do destinatário da localização de um usuário poder passar esse link para um terceiro, o Google vai recomendar às pessoas para usarem o recurso apenas com quem confiam, disse Ben Greenwood, gerente de produto do Google Maps.

"Este não é um conceito novo", disse Fitzpatrick. "Mas trata-se de tornar isso simples, acessível e dar aos usuários muito controle e privacidade", disse ela.

Nas próximas semanas, o Google também vai lançar um recursos de mapas com propósito de ajudar usuários a encontrarem vagas de estacionamento e lembrarem onde pararam seus carros, disse a executiva. Serviços de transporte urbano por aplicativo também se tornaram um importante aspecto do aplicativo e o Google Maps vai fazer parcerias com 14 companhias em 70 países até o final da semana, disse ela.

(Por Julia Love)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos