Senado dos EUA derruba regras de privacidade na internet criadas por governo Obama

WASHINGTON (Reuters) - O Senado dos Estados Unidos decidiu, por 50 votos a 48, derrubar regras que exigem que fornecedores de acesso à internet façam mais para proteger a privacidade dos usuários do que sites como Google ou Facebook.

Sob as regras aprovadas pela Comissão Federal de Comunicações do país em outubro, ainda no governo Barack Obama, os fornecedores de acesso à web eram obrigados a obter consentimento dos usuários antes de usarem dados de localização precisa, informações financeiras, de saúde, crianças e histórico de navegação para propósitos de propaganda e marketing.

A decisão é uma vitória para os provedores de internet como AT&T, Comcast e Verizon Communications, que vinham se opondo fortemente às regras.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos