Justiça chinesa decide a favor de Apple em disputa local sobre patente de design

PEQUIM (Reuters) - Um tribunal na China decidiu a favor da Apple em uma disputa de patente de design entre a empresa norte-americana e um fabricante local de aparelhos móveis, revogando uma proibição de venda dos modelos iPhone 6 e 6 Plus na China, informou a agência de notícias Xinhua.

Em maio do ano passado, o órgão regulador de patentes do país ordenou que a subsidiária chinesa da Apple e a varejista local Zoomflight suspendessem a venda de iPhones após a Shenzhen Baili Marketing Services registrar uma queixa, alegando que a patente para design do aparelho móvel 100c estava sendo infringida pelo iPhone.

Apple e Zoomflight levaram a proibição decretada pelo Excritório de Propriedade Intelectual de Pequim à Justiça.

O Tribunal de Propriedade Intelectual do país revogou na sexta-feira a decisão, dizendo que Apple e Zoomflight não violaram a patente de design do 100c.

A corte decidiu que o órgão regulador não seguiu os devidos procedimentos ao decretar a proibição e não havia prova suficiente para alegar que os designs constituíam uma violação de direitos de propriedade intelectual.

(Por Ryan Woo)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos