Dell combina unidades de investimento de risco após fusão com a EMC

SAN FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - A Dell Technologies afirmou nesta segunda-feira que combinou operações de investimento de risco de suas duas companhias predecessoras, a fabricante de computadores Dell Inc e a empresa de armazenamento de dados EMC Corp, e que planeja investir cerca de 100 milhões de dólares por ano em empresas iniciantes de tecnologia.

A Dell também revelou um portfólio de 70 investimentos feitos por ambas as empresas, alguns dos quais, como a Arista Networks, que abriu capital em 2014, não tinham sido revelados ainda.

A Dell Technologies, administrada pelo fundador da Dell, Michael Dell, é resultado da fusão de 67 bilhões de dólares das duas empresas em 2015. A operação criou a maior empresa de tecnologia de capital fechado do mundo.

Antes da fusão, ambas as empresas tinham unidades de investimento de risco separadas, Dell Ventures e EMC Ventures. A maioria das maiores empresas do Vale do Silício mantém unidades de investimento de risco como uma forma de se manterem atentas a novas companhias emergentes de tecnologia.

O novo grupo de investimentos da Dell revelou que seu portfólio inclui injeções de recursos na Barefoot Networks, que também recebeu dinheiro da rival Hewlett-Packard Enterprise, e Ontonomo, uma companhia israelense que produz tecnologia para veículos conectados à internet e que recebeu investimentos da fabricante de sistemas automotivos Delphi Automotive.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos