Microsoft lança ferramenta capaz de identificar conteúdo ofensivo em vídeos

(Reuters) - A Microsoft provocou nesta quarta-feira outras gigantes de tecnologia ao lançar seu novo produto de reconhecimento de imagens e vídeos que pode ajudar empresas preocupadas em publicar anúncios ao lado de conteúdo ofensivo.

A empresa disse que seu novo Video Indexar pode identificar rostos, vozes e emoções em imagens em movimento. Separadamente, seu Custom Vision Search permite que companhias construam propagandas que reconhecem imagens com apenas algumas linhas de códigos.

Para as marcas, saber o que está nos vídeo que patrocinam se tornou uma questão estratégica desde que as principais companhias passaram a cancelar acordos de propagandas com a Google, da Alphabet, este ano por causa de conteúdos com discursos de ódio em sua subsidiária YouTube.

O mais recente movimento da Microsoft revela como seu foco evoluiu de seu básico software Windows para a nuvem, onde está competindo com a Amazon para vender armazenamento de dados e poder de computação. Análises extras, como o desenvolvimento de reconhecimento de imagens, podem ser fundamentais para atrair desenvolvedores de Web.

O diretor de produto da Microsoft, Irving Kwong disse que o Video Indexer, que analisa vídeos mais rápido que a capacidade humana, pode ajudar um usuário a "aproveitar e obter mais do conteúdo de vídeo do que tem".

A firma de pesquisas Internacional Data Corporation previu que o mercado para essas ferramentas deve crescer mais de 47 bilhões de dólares em vendas em 2020 de 8 bilhões em 2016.

(Por Jeffrey Dastin)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos