Ações da Snap despencam após resultado trimestral com crescimento menor de usuários

(Reuters) - As ações da Snap recuavam mais de 20 por cento nesta quinta-feira, após a empresa informar que usuários do aplicativo Snapchat cresceram e os números de receita não conseguiram mostrar que a companhia estava lidando adequadamente com a crescente concorrência com o Facebook.

As ações caíram para 17,59 dólares no pior momento, a mínima desde sua oferta inicial de ações em 2 de março, diminuindo mais de 6 bilhões de dólares em seu valor de mercado.

Por volta das 16:30, os papéis recuavam 21,5 por cento, a 18,04 dólares.

"Os 7 milhões de usuários ativos diários não foram fortes o suficiente para refutar a tese de que o 'Facebook está esmagando o Snapchat', que nós pensamos que vai persistir por um tempo", disse em nota o analista da Barclays Ross Sandler.

O Snapchat está batalhando com o Facebook por usuários em múltiplas frentes. O Instagram, pertencente ao Facebook, tem mais de 200 milhões de pessoas por dia usando seu Stories, enquanto o WhatApp Status, lançado em fevereiro, tem mais de 175 milhões de usuários ativos por dia.

Os usuários ativos diários (DAUs, na sigla em inglês) da Snap cresceram 36,1 por cento, para 166 milhões, no primeiro trimestre em comparação com o ano anterior, marcando uma ligeira desaceleração do aumento de 47,7 por cento registrado no quarto trimestre e elevação de 62,8 por cento no terceiro trimestre.

Questões sobre a capacidade da companhia de monetizar seu produto ainda permanecem. A receita média por usuário (ARPU, na sigla em inglês) foi de 0,90 dólar no primeiro trimestre, alta ante 0,32 dólar no mesmo período de 2016, mas abaixo do 1,05 dólar por usuário no quarto trimestre do ano passado.

A Snap disse que sua receita cresceu quase quatro vezes para 149,6 milhões de dólares, ajudado por vendas de anúncios.

O prejuízo líquido da companhia aumentou para 2,21 bilhões de dólares, ou 2,31 dólares por ação, no primeiro trimestre, ante 104,6 milhões de dólares, ou 0,14 dólar por ação, devido a remuneração baseada em ações em torno do IPO.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos