WhatsApp

WhatsApp é multado em 3 milhões de euros por obrigar usuários a compartilharem dados

Autoridades de fiscalização antitruste da Itália anunciaram nesta sexta-feira multa de 3 milhões de euros contra o serviço de mensagens WhatsApp por supostamente obrigar os usuários a aceitarem compartilhamento de dados pessoais com o Facebook, controladora da empresa.

Todos os órgãos de proteção de dados dos 28 países membros da União Europeia pediram no ano passado para que o WhatsApp parasse de compartilhar dados de clientes com o Facebook devido às dúvidas sobre a validade de consentimento dos usuários.

A agência italiana disse que os termos da empresa levaram os usuários a acreditar que eles não poderiam continuar a usar o serviço a menos que concordassem com os termos, incluindo o compartilhamento de dados pessoais.

Representantes do WhatsApp não comentaram o assunto de imediato. O montante é inferior ao valor máximo de 5 milhões de euros que a agência poderia ter decidido.

Quando a investigação foi aberta, seis meses atrás, ao mesmo tempo que o pedido da União Europeia, uma porta-voz do WhatsApp disse que a companhia estava trabalhando com as autoridades de proteção de dados para responder as dúvidas e que estava comprometida em respeitar a lei.

A agência italiana disse que também encontrou outros aspectos injustos nos termos de uso do WhatsApp, incluindo permissões para interrupções inexplicáveis no serviço e que apenas o provedor tem direito de rescindir o contrato.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos