Spotify vai abrir capital na bolsa de Nova York, dizem fontes

(Reuters) - O serviço de música por streaming Spotify, avaliado em 13 bilhões de dólares, será a primeira grande companhia a realizar uma listagem direta na bolsa de valores de Nova York no fim deste ano ou no início de 2018, segundo disseram duas fontes familiarizadas com o assunto nesta sexta-feira.

O movimento é visto como o maior teste de um processo de listagem direta, que elimina a necessidade de bancos ou corretor para coordenar uma oferta inicial de ações (IPO) e as muitas taxas associadas ao processo. Se bem-sucedida, a operação pode mudar a forma de companhias venderem ações para o público.

A empresa de tecnologia sueca está trabalhando com os bancos de investimentos Morgan Stanley, Goldman Sachs e Allen & Co para assessorá-la no processo, disseram as fontes.

A decisão do Spotify pode ser um golpe para os bancos de investimentos que dependem das taxas de listagem com o Spotify, particularmente porque os números de IPOs caíram.

O Spotify teve prejuízo de 173 milhões de euros em 2015, de acordo com dados divulgado por sua holding de Luxemburgo.

Recentemente, a empresa firmou acordo de licenciamento com a Universal Music, para tornar a plataforma mais atrativa para artistas como Adele. O Spotify ainda espera fazer acordo com a Warner Music e com a Sony antes do IPO, segundo uma das fontes.

(Por Lauren Hirsch, Pallavi Dewan, Liana Baker e Sophie Sassard)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos