Juiz federal dos EUA libera Facebook de acusações de ligação com terrorismo

NOVA YORK (Reuters) - Um juiz federal nesta quinta-feira indeferiu dois processos acusando o Facebook de apoiar dois grupos terroristas ao permitir que eles usassem a rede social para promover seus objetivos, incluindo violência contra judeus.

O juiz distrital no Brooklyn Nicholas Garaufis rejeitou uma ação movida por 20 mil cidadãos israelenses e outra por parte de familiares e vítimas de ataques do Hamas.

Garaufis disse que os acusadores do primeiro processo não tinham capacidade de prosseguir suas demandas no tribunal federal, e que o Facebook estava imune às alegações do segundo processo.

(Por Jonathan Stempel)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos