Presidente do SoftBank acompanha Trump à Arábia Saudita para lançar fundo de U$S100 bi

TÓQUIO (Reuters) - Cerca de seis meses após visitar a mansão de Donald Trump, Masayoshi Son, o homem mais rico do Japão, está pronto para acompanhar seu amigo pela Arábia Saudita durante viagem que o presidente fará por quatro países.

Son, chefe do SoftBank, viaja para Riad nesse final de semana onde se espera que anuncie a conclusão da primeira rodada de captação de recursos para o que será o maior fundo de private equity do mundo, apoiado pelo fundo soberano da Arábia Saudita e pela Apple.

Sua presença na capital saudita e o lançamento do Vision Fund de 100 bilhões de dólares coincidem com a visita oficial de Trump ao reino, uma das paradas de uma viagem presidencial que também incluem Israel, Bélgica, e Itália.

"O Vision Fund criou uma estrutura para o SoftBank crescer nos próximos 100, 200 e 300 anos", Son disse em fevereiro. "Os próximos 10 anos seriam o momento para eu colocar o plano em prática enquanto preparo os sucessores".

As ações do SoftBank subiram após a reunião de dezembro entre Son e Trump, quando foi anunciado investimento japonês de 50 bilhões de dólares nos Estados Unidos e a criação de 50 mil novos empregos.

(Por Makiko Yamazaki)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos