G7 pede a empresas de internet que aumentem esforços para remover conteúdo extremista

TAORMINA, Itália (Reuters) - As sete nações mais industrializadas do mundo pediram nesta sexta-feira que provedores de serviços de internet e redes sociais aumentem seus esforços para remover conteúdo extremista.

O pedido chega quatro dias depois do ataque de um homem-bomba radical islâmico, que deixou 22 pessoas mortas em Manchester.

"Vamos combater o uso indevido da internet por terroristas. Embora seja uma das realizações tecnológicas mais importantes nas últimas décadas, a Internet também provou ser uma poderosa ferramenta para propósitos terroristas", disseram em declaração conjunta os líderes do G7 reunidos na Itália.

"O G7 pediu que provedores de serviços de comunicação e empresas de redes sociais elevem significativamente seus esforços para combater conteúdo terrorista", declararam.

(Por Steve Scherer)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos