Toyota usa plataforma de código aberto em nova abordagem tecnológica

TÓQUIO (Reuters) - A Toyota disse nesta quarta-feira que o serviço de infotenimento do novo modelo de seu sedã Camry, que será vendido nos Estados Unidos, será executado por meio da plataforma aberta Linux, enquanto a companhia tenta acompanhar a indústria de tecnologia no desenvolvimento de software para carros.

A Toyota quer ter flexibilidade para personalizar seus softwares, enquanto guarda dados do usuário que poderiam ser acessados pela CarPlay da Apple ou do Android Auto do Google - aplicativos que permitem acessar dados do celular com sistemas de entretenimento de informação.

A Toyota está entre as 10 montadoras que trabalham com fornecedores e empresas de tecnologia para construir conjuntamente no Linux, uma plataforma com código aberto que permite personalização, eliminando a necessidade de codificar os sistemas em cada modelo de veículo.

O desenvolvimento da plataforma em colaboração com empresas como Mazda, Suzuki e Daimler reduzirá o tempo e os custos de desenvolvimento, disse a Toyota. A empresa criou uma plataforma padrão da indústria para operar recursos em veículso, como aplicativos de música e navegação.

A versão mais recente do Camry deve ser lançado nos próximos meses e usará o Linux para operar seu conjunto de aplicativos no veículo. A montadora japonesa disse que planejava expandir a plataforma para outros modelos da Toyota e Lexus na América do Norte e em outras regiões.

(Por Naomi Tajitsu)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos