Spotify pode abrir capital dentro de 1 ano, diz fonte

ESTOCOLMO (Reuters) - O serviço de streaming de músicas Spotify pode abrir capital dentro de um ano, disse à Reuters nesta sexta-feira uma fonte familiarizada com o assunto, após o co-fundador Martin Lorentzon ter dito a uma rádio sueca que a listagem não estava nos planos.

Em maio, a Reuters noticiou que o Spotify, que trabalha com os bancos de investimento Morgan Stanley, Goldman Sachs e Allen & Co, seria a primeira grande empresa a conduzir uma listagem direta de ações na Bolsa de Nova York entre o fim deste ano e o começo de 2018.Nesta sexta-feira, Lorentzon afirmou à rádio sueca que não havia planos para abertura de capital, mas, respondendo aos comentários, a fonte disse à Reuters que parece que a operação "ocorreria dentro de 12 meses".

O Spotify também confirmou que uma listagem de ações ainda era uma opção.

"Martin é nosso co-fundador e membro do conselho, mas não é um porta-voz para companhia. O Spotify não confirmou qualquer plano definitivo para abrir capital. Continua sendo uma opção para nós", informou a empresa em comunicado nesta sexta-feira.

Lorentzon, que é acionista importante no Spotify, afirmou à rádio sueca Ekot que a companhia "não chegou a lugar algum e que não havia nada planejado em relação a isso".

"Não estou dizendo se tratar de notícia falsa, mas metade do que a mídia escreve normalmente é correto e metade não é", disse ele.

O Spotify, que recentemente foi avaliado em 13 bilhões de dólares, teve prejuízo 173 milhões de euros em 2015, de acordo com os dados mais recentes divulgados pela empresa.

(Por Helena Soderpalm e Olof Swahnberg)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos