Nike, Sanrio e Universal Studios enfrentam investigação da UE sobre termos de vendas

Por Foo Yun Chee

BRUXELAS (Reuters) - A fabricante de artigos esportivos norte-americana Nike, a Universal Studios, da Comcast, e a Sanrio, dona da Hello Kitty, entraram na mira do órgão regulador antitruste da União Europeia nesta quarta-feira quanto à forma como as mesmas controlam as vendas de seus produtos no bloco.

A Comissão Europeia disse que investigará se as empresas estavam proibindo ilegalmente os comerciantes de venderem mercadorias licenciadas através das fronteiras e online no bloco de 28 países.

A ação da autoridade da concorrência da UE ocorre após um inquérito sobre as práticas de comércio eletrônico em cerca de 1.900 empresas na Europa, como parte de uma estratégia para impulsionar o comércio online e o crescimento econômico.

"Vamos examinar se as práticas de licenciamento e distribuição dessas três empresas podem estar negando aos consumidores o acesso a opções mais amplas e melhores no mercado único", afirmou a comissária europeia da concorrência, Margrethe Vestager, em comunicado.

A Nike é dona dos direitos de licença para mercadorias do clube de futebol Barcelona, ​​enquanto a Sanrio possui a marca Hello Kitty, que caracteriza itens que vão desde papelaria até vestuário. A Universal Studios possui direitos para filmes como Minions.

A Comissão lançou, em fevereiro, uma pesquisa em vendas online de fabricantes de eletrônicos de consumo, criadores de videogames e hotéis.

Na semana passada, anunciou uma investigação sobre os negócios de distribuição transfronteiriça da empresa de roupas dos EUA Guess. As empresas podem enfrentar multas de até 10 por cento de seu volume de negócios global se forem consideradas culpadas de quebrar as regras antitruste da UE.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos