Tribunal de apelações suspende proibição ao Uber em 2ª maior cidade da República Tcheca

PRAGA (Reuters) - Um tribunal de apelação da República Tcheca suspendeu nesta terça-feira uma proibição que impedia o serviço de transporte por aplicativo Uber de operar em Brno, segunda maior cidade do país.

Em abril, a justiça emitiu a ordem depois que o conselho municipal de Brno argumentou que os motoristas do Uber deviam passar por testes e equipar seus veículos com dispositivos de medição como os de táxis regulares.

A corte regional de apelação não forneceu o motivo pelo qual decidiu suspender a proibição decretada anteriormente contra o Uber, que opera em outras partes da República Tcheca, incluindo Praga, desde 2014.

"Rejeitamos a ordem e retornamos o caso à corte inferior", disse o porta-voz do Tribunal Superior, Vladimir Lichnovsky, acrescentando que o Uber poderá começar a operar quando receber o veredicto por escrito.

O Uber, que expandiu as operações para Europa mais de cinco anos atrás, tem sido alvo de ataques por parte de empresas de táxi e alguns países da União Europeia porque não se sujeita a regras locais de licença e segurança que se aplicam a alguns de seus concorrentes.

Nos últimos meses, a companhia passou por turbulências após uma série de escândalos envolvendo alegações de sexismo e bullying na empresa, com a pressão de investidores forçando a renúncia do presidente e co-fundador do Uber, Travis Kalanick.

Em 2016, o Uber gerou 6,5 bilhões de dólares em receita, informou a empresa na última sexta-feira.

(Por Robert Muller)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos