Vírus ransomware Petya está de volta em ataque cibernético, diz agência suíça

ZURIQUE (Reuters) - Um ransomware conhecido como Petya aparentemente ressurgiu para afetar sistemas de informática em toda a Europa, causando problemas principalmente na Ucrânia, Rússia, Inglaterra e Índia, informou na terça-feira uma agência de tecnologia da informação do governo suíço.

"Houve indícios de que o Petya está em circulação novamente, explorando a vulnerabilidade do SMB (Server Message Block)", disse o Centro Suíço de Relatórios e Análises para Garantia de Informação (Melani) em um email.

A agência disse que não tinha informações sobre se empresas suíças teriam sido afetadas, mas disse que estava acompanhando a situação.

O Petya foi responsabilizado por ter causado interrupções em sistemas em 2016. Ransomware é um tipo de malware (software nocivo) que restringe o acesso ao sistema infectado e cobra um resgate para que o acesso possa ser restabelecido.

A principal produtora de petróleo da Rússia, Rosneft, disse que um ataque cibernético em larga escala atingiu seus servidores na terça-feira, com sistemas informáticos de alguns bancos e do principal aeroporto da Ucrânia vizinha também afetados.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos