Alibaba investe US$1 bi para elevar fatia em varejista sul-asiática Lazada

Por Aradhana Aravindan

CINGAPURA (Reuters) - O grupo chinês de e-commerce Alibaba está investindo mais 1 bilhão de dólares na rede de varejo online Lazada Group, elevando sua participação em quase um terço, para 83 por cento, e ampliando o foco no Sudeste Asiático.

O investimento anunciado nesta quarta-feira pelo Alibaba ocorre num momento em que rivais como a chinesa JD.com estão expandindo as operações no Sudeste Asiático e em meio a notícias de que a Amazon planeja entrar na região de 600 milhões de pessoas, onde apenas uma fração das vendas totais atualmente é feita pela internet.

A medida duplica o investimento do Alibaba na Lazada, após acordo no ano passado que garantiu a compra de uma participação majoritária por cerca de 1 bilhão de dólares, e faz parte dos esforços para elevar as vendas globais.

O Alibaba tinha a opção de comprar a fatia remanescente de investidores da Lazada de 12 a 18 meses após a conclusão do acordo.

"Os mercados de e-commerce na região ainda são relativamente inexplorados, e vemos uma trajetória de alta muito positiva à frente", afirmou o presidente do Alibaba, Daniel Zhang.

"Nós continuaremos direcionando nossos recursos para atuar no Sudeste Asiático por meio da Lazada para capturar essas oportunidades de crescimento", acrescentou o executivo.

Na quarta-feira, o Alibaba informou que comprará ações de alguns acionistas da Lazada por uma avaliação implícita de 3,15 bilhões de dólares.

A empresa chinesa não identificou os acionistas, mas a alemã Rocket Internet e a sueca Kinnevik confirmaram, em comunicados divulgados separadamente, que estavam colocando à disposição suas participações na Lazada.

(Reportagem adicional de Anshuman Daga, em Cingapura, e Emma Thomasson, em Berlin)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos