Elon Musk diz ter recebido aprovação verbal para construir "hyperloop" ligando NY e Washington

SAN FRANCISCO (Reuters) - O empresário de tecnologia Elon Musk disse nesta quinta-feira que recebeu aprovação "verbal" para começar a construir um sistema de transporte subterrâneo de alta velocidade conectando Nova York e Washington, que poderia reduzir o tempo de viagem entre as duas cidades norte-americanas para cerca de meia hora.

Musk, o presidente-executivo da fabricante de carros elétricos Tesla e da empresa de foguetes espaciais SpaceX, procura revolucionar o transporte enviando passageiros e cargas em viagens através de um sistema interurbano de tubos gigantes de baixa pressão conhecido como "hyperloop".

O executivo recentemente iniciou um projeto, a Boring Company, para construir túneis de transporte para o sistema, que ele diz que seria muito mais rápido do que os trens atuais de alta velocidade e usaria propulsão eletromagnética.

Musk disse em seu Twitter nesta quinta-feira que "acabou de receber a aprovação verbal do governo para a Boring Company construir um hyperloop subterrâneo". Segundo ele, a estrutura sairia de Nova York e passaria por Filadélfia e Baltimore antes de chegar a Washington, em um percurso de 29 minutos.

O trem Acela de alta velocidade da Amtrak leva cerca de três horas para fazer a viagem entre as duas cidades, se não tiver atrasos.

Sem esclarecer, Musk também tuitou que o primeiro conjunto de túneis seria para "aliviar o maior congestionamento urbano de Los Angeles", acrescentando que a empresa "provavelmente" construirá um hyperloop de Los Angeles para Sano Francisco e outro no Texas.

"Centro da cidade para centro da cidade em cada caso, com até uma dúzia ou mais elevadores de entrada/saída em cada cidade", escreveu ele.

Musk reconheceu que ainda há "muito trabalho" para ser feito antes da aprovação formal, mas disse que estava otimista.

Sinalizando que os tuites de Musk podem ser prematuros, o secretário de imprensa do prefeito de Nova York Bil de Blasio respondeu no Tweeter: "Isso é novidade para a prefeitura".

Ao viajar em tubos de vácuo com amortecedores magnéticos, os trens evitariam a desaceleração pela pressão do ar ou pelo atrito das rodas com os trilhos, tornando-os mais rápidos e mais baratos de operar, dizem os apoiadores. Uma série de startups começou a desenvolver a tecnologia, apesar das preocupações com o custo e praticidade.

Em seu site, a Boring Company disse que seu objetivo é reduzir os custos em pelo menos 10 vezes. Alguns projetos de túneis atualmente custam até 1 bilhão de dólares por milha, disse a companhia.

Em 2013, Musk disse que um hyperloop entre Los Angeles e San Francisco custaria menos de 6 bilhões de dólares e levaria de sete a dez anos para ser finalizado.

A Boring Company não respondeu aos pedidos de comentários.

(Por Peter Henderson, David Shepardson e Alexandria Sage)((Tradução Redação São Paulo; +55 11 56447553))REUTERS TH RBS

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos